Você está aqui: Página Inicial > Centro de Mídia > Notícias > Barra-brava é detido dentro do estádio em Brasília

Cidadania e Justiça

Barra-brava é detido dentro do estádio em Brasília

por Portal Brasil publicado: 05/07/2014 16h56 última modificação: 05/07/2014 16h56

Foi detido na tarde deste sábado (5/07) o argentino barra brava Pablo Álvarez no estádio Mané Garrincha, em Brasília. As autoridades policiais brasileiras e argentinas estavam atuando em cooperação para identificar o estrangeiro que consta na lista de 2 mil argentinos com histórico de violência impedidos de entrar no Brasil.

A identificação do estrangeiro argentino contou com trabalho de inteligência da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça, a Policia Federal e da policia argentina.

Álvarez será deportado para a Argentina após esclarecimentos para a Polícia Federal e Policia Argentina.

Cooperação internacional
O Centro de cooperação Internacional da Policia no Brasil conta com a presença de mais de 200 profissionais de 31 países participantes da Copa do Mundo e mais cinco outras nações convidadas, além de três organismos internacionais (ONU, INTERPOL e AMERIPOL).

Em média, cada delegação dos países participantes atua no Brasil com sete integrantes. Quatro desses policiais viajam com seu respectivo time e trabalham uniformizados nos estádios onde suas seleções se apresentarão. Esses oficiais estrangeiros de campo conhecem suas respectivas torcidas e auxiliam com ações estratégicas de pronta intervenção. Contudo, eles não portam armas, atuando em conjunto com as forças nacionais de segurança pública.

Outros três integrantes das comitivas de cada país ficam sediados no CEntro de Cooperação, em Brasília, compartilhando o acesso a bancos de dados e visualizando, por meio de câmeras, todos os estádios e deslocamentos de suas seleções, em um vídeo wall, com telões gigantes. Todos os integrantes fixos trabalham no mesmo espaço físico, em constante intercâmbio.

Ministério da Justiça

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: ,
Assunto(s): Justiça