Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2009 > 10 > Registro Nacional de Estrangeiros

Cidadania e Justiça

Registro Nacional de Estrangeiros

por Portal Brasil publicado: 30/10/2009 11h30 última modificação: 28/07/2014 08h53

O que é?

O Registro Nacional de Estrangeiros é concedido ao estrangeiro admitido na condição de temporário, permanente, asilado ou refugiado, que é obrigado a se registrar e a se identificar no Ministério da Justiça, com a Polícia Federal. A Cédula de Identidade para Estrangeiros é expedida para estrangeiros na condição de permanentes que sejam maiores de 51 anos e para deficientes físicos de qualquer idade. Ela tem prazo de validade indeterminado.

Onde deve ser feito?

O pedido de Registro Nacional de Estrangeiros deve ser apresentado na repartição da Polícia Federal (PF) mais próxima da residência do interessado.

Quando deve ser feito?

O registro deve ser feito dentro dos 30 dias seguintes à entrada ou à concessão do asilo ou do refúgio. No caso de transformação do visto e de concessão de permanência, a solicitação deve ser registrada na Polícia Federal no prazo de 90 dias após a publicação no Diário Oficial da União, para que seja expedido um novo documento de identidade.

Como deve ser feito?

O interessado deve apresentar o pedido de registro na repartição da Polícia Federal (PF) mais próxima de sua residência. Junto, ele deve preencher um formulário próprio, distribuído gratuitamente, e deve estar com a documentação necessária para cada caso, indicada no formulário. O RNE será emitido pela Polícia Federal.

Fontes:
Ministério da Justiça
Polícia Federal


Saiba mais sobre o visto para estrangeiro no Portal Brasil.


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Bolsa Família | Claudia Guimaraes
A diarista Claudia Guimarães conta sua história e como o Bolsa Família ajudou a complementar a renda da família e os estudos dos oito filhos.
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Kátia Souto comenta políticas da saúde LGBT
Diretora de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, Kátia Souto aborda questões sobre enfrentamento ao preconceito nos âmbitos da saúde, educação e direitos humanos
A diarista Claudia Guimarães conta sua história e como o Bolsa Família ajudou a complementar a renda da família e os estudos dos oito filhos.
Bolsa Família | Claudia Guimaraes
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Diretora de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, Kátia Souto aborda questões sobre enfrentamento ao preconceito nos âmbitos da saúde, educação e direitos humanos
Kátia Souto comenta políticas da saúde LGBT

Últimas imagens

Artista apoia campanha contra a medida em discussão no Congresso Nacional
Artista apoia campanha contra a medida em discussão no Congresso Nacional
Reprodução Facebook Amanhecer Contra a Redução
Eduardo Cardozo afirmou que Brasil irá ampliar emissão de vistos para combater organizações criminosas de coiotes
Eduardo Cardozo afirmou que Brasil irá ampliar emissão de vistos para combater organizações criminosas de coiotes
Foto:Isaac Amorim/AG:MJ
Christine Lagarde elogiou o Bolsa Família em encontro com ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Christine Lagarde elogiou o Bolsa Família em encontro com ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Foto: Sergio Amaral/MDS
Ministro Patrus Ananias ouviu reivindicações de representantes dos agricultores
Ministro Patrus Ananias ouviu reivindicações de representantes dos agricultores
Foto: Paulo Henrique Carvalho/MDA

Governo digital