Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2010 > 10 > Livro de série sobre imigrantes no Rio de Janeiro narra trajetória dos judeus

Geral

Livro de série sobre imigrantes no Rio de Janeiro narra trajetória dos judeus

por Portal Brasil publicado: 25/10/2010 11h08 última modificação: 28/07/2014 09h08

Ao longo dos séculos 19 e 20, a cidade do Rio de Janeiro foi o destino escolhido por milhares de imigrantes europeus, que fugiam das guerras, da intolerância religiosa ou apenas estavam em busca de novas oportunidades. A história de uma dessas ondas migratórias é contada no livro Judeus Cariocas, lançado na última semana no Palácio da Cidade, sede da prefeitura do Rio de Janeiro.

Segundo volume da série “De Pai para Filho: Imigrantes no Rio de Janeiro”, a obra narra a trajetória dos judeus que emigraram para a cidade e suas variações étnicas, os ashkenazim e os sefaradim. Em diferentes capítulos, são relatadas as estratégias de sobrevivência dos primeiros imigrantes, a integração dos já nascidos e criados no estado à sociedade brasileira e carioca e a história pessoal de importantes membros da comunidade judaica na capital fluminense.

Editado pela Documenta Histórica, o livro foi organizado por Mozart Vitor Serra e Fernando Cotta Portela Filho, com textos dos professores Keila Grimberg e Flavio Limoncic, do Departamento de História da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

A série “De Pai para Filho: Imigrantes no Rio de Janeiro” é uma iniciativa do Instituto Light, em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura. O primeiro volume, lançado em junho deste ano, aborda os imigrantes portugueses no Rio de Janeiro. O próximo vai tratar da contribuição dos árabes à história da cidade.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Governo reativa plano Juventude Viva
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
Governo reativa plano Juventude Viva

Últimas imagens

Documento passará a ter um novo funcionamento, totalmente virtual, na forma de aplicativo
Documento passará a ter um novo funcionamento, totalmente virtual, na forma de aplicativo
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Entrega dos títulos faz parte da política de titulação de lotes do Plano Nacional de Reforma Agrária
Entrega dos títulos faz parte da política de titulação de lotes do Plano Nacional de Reforma Agrária
Arquivo/Incra
Carga horária dos cursos disponíveis é de 20 horas e a duração, de três semanas. Inscrições pela internet
Carga horária dos cursos disponíveis é de 20 horas e a duração, de três semanas. Inscrições pela internet
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Na edição anterior, 693 alunos do programa foram medalhistas de ouro, prata e bronze
Na edição anterior, 693 alunos do programa foram medalhistas de ouro, prata e bronze
Foto: Sergio Amaral/MDS
Em Alto Bonito (MA), foram resgatados 19 trabalhadores e em Cacimba (MA), mais seis
Em Alto Bonito (MA), foram resgatados 19 trabalhadores e em Cacimba (MA), mais seis
Divulgação/Ministério do Trabalho

Governo digital