Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2011 > 04 > Governo quer antecipar nova campanha pelo desarmamento no País

Cidadania e Justiça

Governo quer antecipar nova campanha pelo desarmamento no País

por Portal Brasil publicado: 11/04/2011 20h15 última modificação: 28/07/2014 14h58

O governo quer antecipar junho para 6 de maio a realização de uma nova campanha pelo desarmamento no País, que deve durar até o final do ano. A informação foi dada nesta segunda-feira (11), pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, após reunião com integrantes das Ongs Viva Rio e Sou da Paz.  

Na próxima segunda-feira (18) deve ser reunido um conselho formado por membros destas Ongs, do poder público, e de outras entidades, como a Ordem dos Advogados do Brasil e o Conselho Nacional do Ministério Público, entre outras. O objetivo será discutir a data definitiva do lançamento da campanha e as formas de pagamento das armas, informou o ministro. 

Cardozo disse ainda que o governo já dispõe de uma verba de cerca de R$ 10 milhões para pagar as indenizações pelas armas que vierem a ser devolvidas durante a campanha. Ele lembrou, no entanto, que esse valor poderá ser maior. O ministro lembrou o sucesso da campanha do desarmamento, realizada entre 2004 e 2005, que contou com a participação da sociedade e retirou quase 500 mil armas de circulação.  

Agora, o governo quer acelerar o pagamento das indenizações, que antes chegavam a demorar cerca de três meses. Para Cardozo, o pagamento deve ser imediato, para estimular a população a entregar os armamentos. Ele disse que o Banco do Brasil deve apresentar uma proposta neste sentido. 

 

Fonte:
Ministério da Justiça 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

O aplicativo da juventude brasileira
Em depoimentos exclusivos, representantes de movimentos sociais explicam como será acesso a aplicativo.
Secretaria Nacional de Juventude lança aplicativo inovador
Para secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, iniciativa incrementa diálogo com jovens do País.
MTE pretende usar drones na fiscalização
Vídeo mostra treinamento dos auditores fiscais do trabalho para o uso do aparelho
Em depoimentos exclusivos, representantes de movimentos sociais explicam como será acesso a aplicativo.
O aplicativo da juventude brasileira
Para secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, iniciativa incrementa diálogo com jovens do País.
Secretaria Nacional de Juventude lança aplicativo inovador
Vídeo mostra treinamento dos auditores fiscais do trabalho para o uso do aparelho
MTE pretende usar drones na fiscalização

Últimas imagens

Selos fazem parte de uma emissão especial da Série América: Luta Contra o Tráfico de Pessoas
Selos fazem parte de uma emissão especial da Série América: Luta Contra o Tráfico de Pessoas
Divulgação/Correios
Mais de 3 mil famílias foram beneficiadas com propostas estaduais referentes ao Acre, Distrito Federal, Pernambuco e Rondônia
Mais de 3 mil famílias foram beneficiadas com propostas estaduais referentes ao Acre, Distrito Federal, Pernambuco e Rondônia
Divulgação/Governo do Acre
Grupo também vai acompanhar a implementação das ações e promover a elaboração e difusão de informações voltadas ao enfrentamento do preconceito
Grupo também vai acompanhar a implementação das ações e promover a elaboração e difusão de informações voltadas ao enfrentamento do preconceito
Divulgação/Governo de PE
Sem abandonar os estudos, o jovem Gabriel Vignol da Silva conseguiu o primeiro emprego após ingressar no Jovem Aprendiz
Sem abandonar os estudos, o jovem Gabriel Vignol da Silva conseguiu o primeiro emprego após ingressar no Jovem Aprendiz
Foto: Ana Nascimento/MDS
Ministério da Justiça (MJ) promove o movimento de alerta e prevenção de novas vítimas
Ministério da Justiça (MJ) promove o movimento de alerta e prevenção de novas vítimas
Divulgação/Portal Brasil

Governo digital