Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2011 > 06 > Comunidades quilombolas do Pará começam a ser avaliadas

Cidadania e Justiça

Comunidades quilombolas do Pará começam a ser avaliadas

por Portal Brasil publicado: 30/06/2011 12h19 última modificação: 28/07/2014 15h00

Crianças de até 5 anos, moradoras de 102 comunidades quilombolas do Pará começam a ser pesadas e medidas nesta semana. Um estudo, conduzido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) , em parceria com a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), está sendo realizado em todo o País para analisar o perfil nutricional das crianças de comunidades quilombolas e para avaliar a situação socioeconômica das famílias.  A pesquisa é conduzida por pesquisadores do Núcleo de Pesquisa, Informação e Políticas Públicas da Universidade Federal Fluminense (DataUFF).

 “Também faremos o georreferenciamento de todos os domicílios e de todos os equipamentos públicos disponíveis na região”, explica Junia Quiroga,  do MDS,.


Coleta de dados

A equipe de pesquisadores já realizou o trabalho de campo em quatro regiões brasileiras – Centro-Oeste, Nordeste, Sul e Sudeste. Agora, vão coletar os dados sobre a situação nutricional de 102 comunidades quilombolas na região Norte. Agentes comunitários de saúde também participam na ação de pesar e medir as crianças.

De acordo com Junia Quiroga, 173 comunidades quilombolas tituladas, localizadas em 55 municípios brasileiros, serão avaliadas. “A pesquisa, da forma como está sendo feita, é inédita no Brasil. Em 2006, fizemos um levantamento, porém, além de ter visitado um número menor de comunidades, o questionário era mais simples. Dessa vez, toda a pesquisa será diferente: teremos um universo muito maior de comunidades e um questionário bem mais detalhado”, diz.

A previsão do MDS é de que os resultados do estudo sejam divulgados em 2012, mas outras pesquisas podem surgir em seguida, adianta Júnia Quiroga. “Embora a pesquisa atual fique restrita as 173 comunidades tituladas até 2009, nossa expectativa é que outro levantamento seja feito daqui a três ou cinco anos, e, então, incluiremos as comunidades tituladas após 2009”.

 

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Integrantes do Conselhão criam comitê de proteção para a primeira infância
Integrantes do Conselhão recomendam a ampliação dos cuidados para a primeira infância, a partir dessa sugestão foi criado um comitê de articulação de medidas para atender as crianças
Lançado projeto de caravanas pelos direitos da criança e do adolescente
Projeto de caravanas pelos direitos da criança e do adolescente terá início em setembro. Cinco equipes visitarão todas as regiões do País, com o intuito de conhecer a situação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade
Motoristas poderão ter a versão eletrônica da CNH
Documento equivale à CNH impressa e ficará disponível por meio de aplicativo para celulares
Integrantes do Conselhão recomendam a ampliação dos cuidados para a primeira infância, a partir dessa sugestão foi criado um comitê de articulação de medidas para atender as crianças
Integrantes do Conselhão criam comitê de proteção para a primeira infância
Projeto de caravanas pelos direitos da criança e do adolescente terá início em setembro. Cinco equipes visitarão todas as regiões do País, com o intuito de conhecer a situação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade
Lançado projeto de caravanas pelos direitos da criança e do adolescente
Documento equivale à CNH impressa e ficará disponível por meio de aplicativo para celulares
Motoristas poderão ter a versão eletrônica da CNH

Últimas imagens

O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
Foto: Ana Nascimento/MDS
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Divulgação/Prefeitura de Barreiras (BA)
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Divulgação/Ministério da Saúde
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Gabriel Jabur/Agência Brasília
Participação dos municípios está sujeita à aprovação do Conselho de Assistência Social
Participação dos municípios está sujeita à aprovação do Conselho de Assistência Social
Foto: Sergio Amaral/MDS

Governo digital