Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2011 > 10 > Brasil Sorridente

Cidadania e Justiça

Brasil Sorridente

Como forma de universalizar o acesso à saúde bucal da população de extrema pobreza, o programa Brasil Sorridente prevê políticas de expansão do programa até 2014
por Portal Brasil publicado: 30/09/2011 12h34 última modificação: 28/07/2014 15h05

A implementação do programa Brasil Sorridente tem o objetivo de universalizar o acesso à saúde bucal, com o avanço na melhoria da organização do sistema de saúde como um todo. A ação propõe garantir as ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal dos brasileiros, entendendo que é fundamental para a saúde geral e qualidade de vida da população.

As principais linhas de ação do Brasil Sorridente são:

• Reorganizar a Atenção Básica em saúde bucal, principalmente por meio do Programa Saúde da Família;

• Ampliar e qualificar a Atenção Especializada, por meio da implantação de Centros de Especialidades Odontológicas e Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias

• Viabilizar a adição de flúor nas estações de tratamento de águas de abastecimento público

Para 2011, como parte do Plano Brasil Sem Miséria, o Ministério da Saúde prevê a implementação de:

• 43 Centros de Especialidades Odontológicas (até 2014 devem ser 174 novos);

• 336 equipes de Saúde Bucal (até 2014, 1.343 novas equipes);

• 100 Unidades Odontológicas Móveis (até 2014 serão 146 unidades)

• 338.400 próteses ofertadas (até 2014, serão 1.354.000 próteses novas, constituindo 100% da necessidade da População em Extrema Pobreza mapeada)

Fontes:

Ministério da Saúde
Brasil Sorridente
Portaria nº 2.371

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Bolsa Família | Claudia Guimaraes
A diarista Claudia Guimarães conta sua história e como o Bolsa Família ajudou a complementar a renda da família e os estudos dos oito filhos.
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Kátia Souto comenta políticas da saúde LGBT
Diretora de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, Kátia Souto aborda questões sobre enfrentamento ao preconceito nos âmbitos da saúde, educação e direitos humanos
A diarista Claudia Guimarães conta sua história e como o Bolsa Família ajudou a complementar a renda da família e os estudos dos oito filhos.
Bolsa Família | Claudia Guimaraes
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Confira video especial sobre Maioridade Penal
Diretora de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, Kátia Souto aborda questões sobre enfrentamento ao preconceito nos âmbitos da saúde, educação e direitos humanos
Kátia Souto comenta políticas da saúde LGBT

Últimas imagens

Artista apoia campanha contra a medida em discussão no Congresso Nacional
Artista apoia campanha contra a medida em discussão no Congresso Nacional
Reprodução Facebook Amanhecer Contra a Redução
Eduardo Cardozo afirmou que Brasil irá ampliar emissão de vistos para combater organizações criminosas de coiotes
Eduardo Cardozo afirmou que Brasil irá ampliar emissão de vistos para combater organizações criminosas de coiotes
Foto:Isaac Amorim/AG:MJ
Christine Lagarde elogiou o Bolsa Família em encontro com ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Christine Lagarde elogiou o Bolsa Família em encontro com ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Foto: Sergio Amaral/MDS
Ministro Patrus Ananias ouviu reivindicações de representantes dos agricultores
Ministro Patrus Ananias ouviu reivindicações de representantes dos agricultores
Foto: Paulo Henrique Carvalho/MDA

Governo digital