Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2012 > 01 > Teleatendentes do Disque 100 recebem treinamento da Polícia Federal

Cidadania e Justiça

Teleatendentes do Disque 100 recebem treinamento da Polícia Federal

por Portal Brasil publicado: 20/01/2012 13h34 última modificação: 28/07/2014 16h26

Os teleatendentes do Disque Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) – Disque 100 – receberam treinamento de uma equipe do Departamento de Direitos Humanos da Polícia Federal (PF). A palestra foi realizada, na quinta-feira (19), em Brasília.

O objetivo da palestra é subsidiar os atendentes com informações relevantes para que eles possam adotar procedimentos corretos durante o atendimento às denúncias de violação aos direitos humanos. Segundo o diretor da divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal, Delano Cerqueira Blunn, a parceria entre PF e a SDH está sendo fortalecida para a criação, articulação e capacitação de uma doutrina de investigação para acompanhar as denúncias que chegam ao Disque Direitos Humanos.

“A perspectiva é de que com o aumento de ligações para o Disque 100 sejam acolhidas denúncias relacionadas às áreas de direitos humanos em que a Polícia Federal atua”, explica o diretor, referindo-se à recente campanha nacional de divulgação do Disque 100, veiculada pela SDH.

Para a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos da SDH, a capacitação, além de elevar o nível de conhecimento dos teleatendentes, também garante mais agilidade no atendimento às denúncias recebidas na central. Todos os atendentes do Disque 100 são alunos universitários de cursos da área de direitos humanos.

O Departamento de Direitos Humanos da Polícia Federal atua nas seguintes áreas: Serviço de Repressão ao Trabalho Forçado, Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil pela Internet, Unidade de Repressão ao Tráfico de Pessoas e Unidades de Investigação de Homicídios, Ameaças e Grupos de Extermínio.

Disque 100

A central funciona 24 horas, todos os dias da semana, incluindo domingos e feriados. Os telefonemas são gratuitos e podem ser feitos a partir de linhas fixas ou móveis para o número 100.

 

Fonte:
Secretaria de Direitos Humanos

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil