Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2012 > 04 > Autonomia feminina contribui para reduzir a pobreza

Cidadania e Justiça

Autonomia feminina contribui para reduzir a pobreza

Igualdade de gênero

Equilibrar trabalho, família e vida pessoal é um dos principais desafios das mulheres
por Portal Brasil publicado: 05/04/2012 14h55 última modificação: 28/07/2014 16h22
Exibir carrossel de imagens Falta de autonomia feminina é consequência da má distribuição de poder e de renda

Falta de autonomia feminina é consequência da má distribuição de poder e de renda

A autonomia das mulheres e a igualdade de gênero são reconhecidas como um dos grandes objetivos na Declaração do Milênio, adotada pelos 191 países membros das Nações Unidas para melhorar a vida de todos os habitantes do planeta até 2015. 

Nela é indicada a necessidade de promover a igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher como meios eficazes de combater a pobreza, a fome e as doenças, além de estimular um desenvolvimento verdadeiramente sustentável.

Mas apenas a três anos do fim do prazo para cumprir a mais importante promessa já feita às populações vulneráveis do mundo, a autonomia da mulher em todos os sentidos e o respeito aos direitos já assegurados ainda estão longe serem atingidos.

Em um amplo e recente estudo, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) afirma que, no atual nível de desenvolvimento econômico, tecnológico e social, é possível alcançar esses objetivos. Mas, alerta a Cepal, as condições materiais existentes não oferecem uma explicação razoável para a desigualdade, para a morte materna, para a gravidez na adolescência, para o emprego precário ou para a insólita concentração do trabalho doméstico não remunerado na mão das mulheres.

“Muito menos para a violência de gênero”, acrescenta a Cepal no estudo O salto da autonomia. Das margens ao centro, divulgado em novembro de 2011. Esse organismo das Nações Unidas afirma ainda que a desigualdade e, portanto, a falta de autonomia é, principalmente, consequência da injustiça, da má distribuição de poder, de renda e da falta de reconhecimento dos direitos das mulheres por parte das elites políticas e econômicas.

Fontes:

Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM)
Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal)
Declaração do Milênio das Nações Unidas

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Famílias em situação de risco recebem casas do Minha Casa Minha Vida
Setecentas e vinte famílias que moravam em casas sujeitas à enchentes receberam apartamentos do programa em Bom Jardim, no Rio
Governo do Brasil entrega 21 mil unidades do Minha Casa Minha Vida
O Governo do Brasil, por meio do Programa "Agora, é Avançar", entregou 37 empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida, em todo o Brasil. No total, foram 21.274 unidades habitacionais em 21 municípios de 14 estados brasileiros
SEPPIR trabalha para agilizar titulação de terras dos quilombolas
O Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo, explicou como a Seppir está trabalhando junto ao Incra para que sejam tituladas, em um menor tempo possível, as terras dos quilombolas
Setecentas e vinte famílias que moravam em casas sujeitas à enchentes receberam apartamentos do programa em Bom Jardim, no Rio
Famílias em situação de risco recebem casas do Minha Casa Minha Vida
O Governo do Brasil, por meio do Programa "Agora, é Avançar", entregou 37 empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida, em todo o Brasil. No total, foram 21.274 unidades habitacionais em 21 municípios de 14 estados brasileiros
Governo do Brasil entrega 21 mil unidades do Minha Casa Minha Vida
O Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo, explicou como a Seppir está trabalhando junto ao Incra para que sejam tituladas, em um menor tempo possível, as terras dos quilombolas
SEPPIR trabalha para agilizar titulação de terras dos quilombolas

Últimas imagens

Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Governo digital