Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2012 > 10 > Beneficiários do Bolsa Família devem manter informações sobre saúde atualizadas

Cidadania e Justiça

Beneficiários do Bolsa Família devem manter informações sobre saúde atualizadas

por Portal Brasil publicado: 10/10/2012 17h55 última modificação: 28/07/2014 16h19
MDS Percentual de famílias do Bolsa Família, por região e no Brasil, que tiveram as condicionalidades de saúde já registradas no sistema de acompanhamento, até 5 de outubro

Percentual de famílias do Bolsa Família, por região e no Brasil, que tiveram as condicionalidades de saúde já registradas no sistema de acompanhamento, até 5 de outubro

Prazo para prefeituras atualizarem informações termina no dia 28 de dezembro


Quase um milhão de crianças, gestantes e nutrizes já tiveram as informações das condicionalidades registradas no Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família na Saúde, segundo levantamento do Ministério da Saúde (MS), atualizado até o último dia 5 de outubro. Esse total representa 8,52% dos 11,4 milhões de famílias que precisam manter atualizado o cartão de vacinação das crianças, além de levá-las aos postos de saúde para medição e pesagem, ou que tenham mulheres em idade fértil, que são orientadas sobre a importância da alimentação saudável, durante atividades educativas promovidas nos postos de saúde.

Rondônia foi o estado que obteve o mais alto índice de acompanhamento: 14,3%, seguido do Paraná (10,77%) e de São Paulo (10,73%). Entre as regiões, a Sul obteve, nesse balanço parcial, o maior percentual de famílias acompanhadas: 9,82%. O acompanhamento das informações referentes à saúde dos beneficiários é feito semestralmente. No período anterior, atingiu-se o índice recorde de 72,8% de famílias acompanhadas. A meta para este semestre é chegar a percentual igual ou superior.

 

Contrapartidas

O acompanhamento das condicionalidades é fundamental para garantir o direito a saúde e educação. Ele permite identificar as famílias com dificuldades de acesso a esses serviços, de modo a que o município atue para reverter a situação. “As condicionalidades têm garantido o acesso à saúde e à educação”, afirma Antunes.

Maior proporção de crianças de famílias beneficiárias nasceram no tempo correto em relação às famílias em situação de pobreza que não recebem o benefício, já que as mães que estão no programa tiveram 1,6 consultas de pré-natal a mais do que as que não estão. Além disso, o acompanhamento das contrapartidas compõe o Índice de Gestão Descentralizada (IGD), que assegura repasses financeiros à prefeituras para melhorar a gestão do programa.

 

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. O programa integra o Brasil sem Miséria, que tem como foco atender os milhões de brasileiros com renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais, baseando-se na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços públicos.

O programa de transferência de renda alcançou 13,7 milhões de famílias em todo o País no mês de setembro. A depender da renda familiar por pessoa (limitada a R$ 140), do número e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pela família pode variar de R$ 32 a R$ 306.

O Bolsa Família possui três eixos principais focados na transferência de renda, que promove o alívio imediato da pobreza; as condicionalidades, que reforçam o acesso a direitos sociais básicos nas áreas de educação, saúde e assistência social; e as ações e programas complementares, que tem como objetivo o desenvolvimento das famílias, de modo que os beneficiários consigam superar a situação de vulnerabilidade.

Veja também:
No primeiro semestre deste ano, o Bolsa Família registrou o melhor índice de acompanhamento de saúde desde 2005

 

 

Leia mais:

Cai o número de subnutridos no Brasil

Alunos do Bolsa Família são os mais bem avaliados no Ideb

 

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido

Últimas imagens

Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital