Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2013 > 09 > Brasil Sem Miséria é tema de debate nesta quinta-feira (19)

Cidadania e Justiça

Brasil Sem Miséria é tema de debate nesta quinta-feira (19)

Erradicação da extrema pobreza

Evento reúne representantes do governo federal e lideranças comunitárias de todo o País para debater processo de participação social no plano de superação da extrema pobreza
por Portal Brasil publicado: 19/09/2013 12h55 última modificação: 30/07/2014 00h54


Com objetivo de ampliar a participação social no Plano Brasil Sem Miséria, o governo federal realiza nesta quinta-feira (19) a quarta edição dos 
Diálogos Governo – Sociedade Civil: Brasil Sem Miséria.

O evento, que acontece a partir das 14h no Palácio do Planalto, reúne representantes do governo federal e lideranças comunitárias de todo o País para debater processo de participação social no plano de superação da extrema pobreza.

A abertura terá a presença da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, do ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, e da ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Barrios.

A partir deste ano, os Diálogos passaram a ser semestrais, atendendo a solicitação das entidades da sociedade civil. 

Plano Brasil Sem Miséria

Lançado em junho de 2011, o Brasil Sem Miséria tem a missão de chegar até as regiões mais segregadas do País e retirar brasileiros desamparados da extrema pobreza. Com as ações de garantia de renda, inclusão produtiva e serviços públicos praticadas pelo Governo Federal, 22 milhões de pessoas saíram da pobreza absoluta e 36 milhões entraram na classe média.

Uma das principais ações de inclusão produtiva é o Pronatec Brasil Sem Miséria, que tem objetivo de qualificar um milhão de brasileiros para o mercado de trabalho até 2014. Em pouco mais de dois anos, o programa chegou à marca de 700 mil matrículas em 1.872 municípios, o que representa mais de 60% da meta.

Mesmo com os esforços do Estado, 600 mil famílias ainda permanecem em situação de extrema pobreza. Para mudar essa realidade, o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) estipulou a meta de inclusão dessas famílias no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e do Bolsa Família em 2014.

Outros programas públicos como o Brasil Sorridente, Previdência Rural, Brasil Alfabetizado, Saúde da Família, Mais Educação e Rede Cegonha vão ser ampliados e aperfeiçoados em todo o País, assim como as ações destinadas a ampliar o acesso dos mais pobres a bens e serviços públicos, incluindo água, luz e moradia. 

Fontes:
Plano Brasil Sem Miséria
Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Criança Feliz
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Programa Criança Feliz
Programa Criança Feliz
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados

Últimas imagens

A ação orientará as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos
A ação orientará as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos
Divulgação/Governo de Mato Grosso do Sul
Peritos revisaram 126,2 mil benefícios de segurados que não passavam por avaliação médica há mais de dois anos
Peritos revisaram 126,2 mil benefícios de segurados que não passavam por avaliação médica há mais de dois anos
Arquivo/EBC
A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%)
A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%)
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital