Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2013 > 10 > Incra cria grupo para acompanhar quilombolas

Cidadania e Justiça

Incra cria grupo para acompanhar quilombolas

Reforma agrária

Primeiro encontro da Mesa Permanente debateu definição de territórios quilombolas no estado e abordou questões apresentadas por comunidade de Sergipe
por Portal Brasil publicado: 04/10/2013 16h51 última modificação: 30/07/2014 01h03
Divulgação/Incra-SE Lançamento da Mesa ocorreu no Auditório da Superintendência Regional do Incra, em Aracaju

Lançamento da Mesa ocorreu no Auditório da Superintendência Regional do Incra, em Aracaju

Foi realizado na manhã desta quinta-feira (3), no Auditório Manoel Silva Monteiro, na Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Aracaju (SE), o encontro que marcou o lançamento oficial da "Mesa Permanente de Regularização de Territórios Quilombolas em Sergipe".

O grupo, criado a partir de uma iniciativa da autarquia federal, foi lançado com o objetivo de identificar problemas, encaminhar soluções e contribuir com a divulgação dos processos de titulação nas áreas quilombolas em Sergipe. "A Mesa Permanente é um espaço importante para a abertura de um debate mais aprofundado sobre o desenvolvimento das políticas públicas destinadas às famílias quilombolas. A partir da criação desse grupo será possível dividir experiências, integrar e articular ações que irão impulsionar o desenvolvimento dessas comunidades", explicou o superintendente regional do Incra/SE, Leonardo Góes.

O primeiro encontro da Mesa Permanente debateu temas relacionados à definição de territórios quilombolas em Sergipe e abordou algumas das questões apresentadas por representantes da comunidade Lagoa dos Campinhos, em audiência pública realizada na última segunda-feira (30), em Amparo do São Francisco. "Além de trabalharmos sobre questões que envolvem todas as comunidades, nossa proposta é, também, iniciar um debate sobre o que foi levantado durante a Audiência Pública, para estabelecermos, com a maior brevidade possível, uma estratégia para fomentar o desenvolvimento em Lagoa dos Campinhos", afirmou Góes.

Além de representantes do Incra, a "Mesa Permanente de Regularização de Territórios Quilombolas em Sergipe" será composta também por membros do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Ministério Público Federal (MPF), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), da Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese), de comunidades quilombolas e organizações civis.

Em Sergipe, existem, ao todo, 4.217 famílias auto-reconhecidas como remanescentes de quilombos, vivendo em 25 comunidades reconhecidas pela Fundação Cultural Palmares.

Fonte:

Incra

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Agricultores buscam Programa de Aquisição de Alimentos
Para facilitar a venda dos produtos, o município de Monteiro (PB) buscou ajuda do Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal
Conheça a atuação do Ministério dos Direitos Humanos
Principal função da pasta, de acordo com a ministra Luislinda Valois, é cuidar de todo o cidadão desde o nascimento até o seu último dia de vida
Sistema de cotas pode garatir mais negros nos espaços de poder
Ministra dos Direitos Humanos, Louislinda Valois, defende mais espaço para negros na diplomacia e nos tribunais brasileiros
Para facilitar a venda dos produtos, o município de Monteiro (PB) buscou ajuda do Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal
Agricultores buscam Programa de Aquisição de Alimentos
Principal função da pasta, de acordo com a ministra Luislinda Valois, é cuidar de todo o cidadão desde o nascimento até o seu último dia de vida
Conheça a atuação do Ministério dos Direitos Humanos
Ministra dos Direitos Humanos, Louislinda Valois, defende mais espaço para negros na diplomacia e nos tribunais brasileiros
Sistema de cotas pode garatir mais negros nos espaços de poder

Últimas imagens

São oferecidas 20 vagas para estudantes de diversas áreas
São oferecidas 20 vagas para estudantes de diversas áreas
Divulgação/MJSP
Informações são fundamentais para aperfeiçoar o atendimento à população
Informações são fundamentais para aperfeiçoar o atendimento à população
Patrick Grosner/MDSA
Ao todo, 11 projetos de comunidades indígenas foram contratados
Ao todo, 11 projetos de comunidades indígenas foram contratados
Divulgação/Prefeitura de Japorã (MS)
Prazo para atualizar as informações será informado por mensagem no extrato de pagamento dos benefícios
Prazo para atualizar as informações será informado por mensagem no extrato de pagamento dos benefícios
Foto: Ubirajara Machado/MDSA
O recall, com início de atendimento em 10 de abril de 2017, abrange 178 veículos importados
O recall, com início de atendimento em 10 de abril de 2017, abrange 178 veículos importados
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Governo digital