Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2013 > 11 > Estudo aponta distribuição da população por cor ou raça

Cidadania e Justiça

Estudo aponta distribuição da população por cor ou raça

Demografia

Parceria entre IBGE e Seppir busca fazer a representação desta parcela da população com o total de brasileiros
por Portal Brasil publicado: 05/11/2013 19h01 última modificação: 30/07/2014 01h12


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lança nesta quarta-feira  um estudo inédito realizado especialmente para ser divulgado durante a III Conferência Nacional de Igualdade Racial (III Conapir). Baseado nos dados estatísticos do Censo Demográfico de 2010, o "Mapa da Distribuição Espacial da População, segundo a cor ou raça - Pretos e Pardos" aponta a distribuição da população por cor ou raça em todo o território nacional.

Para isso, as informações do quesito cor ou raça do Censo Demográfico 2010 foram desagregadas segundo os 316.574 setores censitários urbanos e rurais com os quais o IBGE trabalhou nesta operação censitária. 

A partir do mapeamento, que estará disponível no site do IBGE no fim do mês, será possível visualizar a representação da população de cor preta ou parda sobre o total da população brasileira. O diferencial do trabalho é atingir uma escala intramunicipal, apontando, por exemplo, em qual região de uma mesma cidade, encontra-se maior ou menor percentual de pretos ou pardos.

O produto é resultado de um termo de cooperação firmado entre a Seppir e o IBGE e está sob a responsabilidade das diretorias de Geociências e de Pesquisas do Instituto.

O objetivo é mostrar a distribuição espacial e a concentração dos maiores percentuais da população negra, segundo a localização geográfica, dotando os gestores públicos de informações que facilitem a implementação de políticas publicas de promoção da igualdade racial, a partir de números concretos.

Segundo o Censo 2010, 43,1% da população brasileira declararam pardos e o maior percentual desse contingente estava na Região Norte (66,9%), sendo que todas as regiões revelaram percentuais acima dos 35%, exceto o Sul, com 16,5%. Ainda segundo o censo, 7,6% dos entrevistados se declararam pretos, e seu maior percentual estava no Nordeste (9,5%), com o Sudeste (7,9%) a seguir, enquanto a Região Sul mostrou o menor percentual (4,1%).

A cooperação técnica entre o IBGE e a Seppir também tem como meta elaborar estudos sociodemográficos e análises espaciais dos territórios com a presença (confirmada por título) de comunidades quilombolas. Futuramente, a informação sobre estes territórios será incluída na base territorial do IBGE. 

A III Conapir acontece entre os dias 5 e 7 de novembro, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília-DF, e possibilita aos 1,4 mil participantes aprofundar o debate em torno do tema central ‘Democracia e desenvolvimento sem racismo: por um Brasil afirmativo.

Fontes:
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

O aplicativo da juventude brasileira
Em depoimentos exclusivos, representantes de movimentos sociais explicam como será acesso a aplicativo.
Secretaria Nacional de Juventude lança aplicativo inovador
Para secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, iniciativa incrementa diálogo com jovens do País.
MTE pretende usar drones na fiscalização
Vídeo mostra treinamento dos auditores fiscais do trabalho para o uso do aparelho
Em depoimentos exclusivos, representantes de movimentos sociais explicam como será acesso a aplicativo.
O aplicativo da juventude brasileira
Para secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, iniciativa incrementa diálogo com jovens do País.
Secretaria Nacional de Juventude lança aplicativo inovador
Vídeo mostra treinamento dos auditores fiscais do trabalho para o uso do aparelho
MTE pretende usar drones na fiscalização

Últimas imagens

Sem abandonar os estudos, o jovem Gabriel Vignol da Silva conseguiu o primeiro emprego após ingressar no Jovem Aprendiz
Sem abandonar os estudos, o jovem Gabriel Vignol da Silva conseguiu o primeiro emprego após ingressar no Jovem Aprendiz
Foto: Ana Nascimento/MDS
Ministério da Justiça (MJ) promove o movimento de alerta e prevenção de novas vítimas
Ministério da Justiça (MJ) promove o movimento de alerta e prevenção de novas vítimas
Divulgação/Portal Brasil
Ministro destaca importância do acesso público aos documentos
Ministro destaca importância do acesso público aos documentos
Tânia Rego/ Agência Brasil
Programa permite acesso a livros, incentiva a leitura e a expressão cultural
Programa permite acesso a livros, incentiva a leitura e a expressão cultural
Divulgação/Blog do Planalto
Carlo Petrini fala sobre princípios do Slow Food
Carlo Petrini fala sobre princípios do Slow Food
Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Agrário

Governo digital