Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2013 > 11 > Estudo aponta distribuição da população por cor ou raça

Cidadania e Justiça

Estudo aponta distribuição da população por cor ou raça

Demografia

Parceria entre IBGE e Seppir busca fazer a representação desta parcela da população com o total de brasileiros
por Portal Brasil publicado: 05/11/2013 19h01 última modificação: 30/07/2014 01h12


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lança nesta quarta-feira  um estudo inédito realizado especialmente para ser divulgado durante a III Conferência Nacional de Igualdade Racial (III Conapir). Baseado nos dados estatísticos do Censo Demográfico de 2010, o "Mapa da Distribuição Espacial da População, segundo a cor ou raça - Pretos e Pardos" aponta a distribuição da população por cor ou raça em todo o território nacional.

Para isso, as informações do quesito cor ou raça do Censo Demográfico 2010 foram desagregadas segundo os 316.574 setores censitários urbanos e rurais com os quais o IBGE trabalhou nesta operação censitária. 

A partir do mapeamento, que estará disponível no site do IBGE no fim do mês, será possível visualizar a representação da população de cor preta ou parda sobre o total da população brasileira. O diferencial do trabalho é atingir uma escala intramunicipal, apontando, por exemplo, em qual região de uma mesma cidade, encontra-se maior ou menor percentual de pretos ou pardos.

O produto é resultado de um termo de cooperação firmado entre a Seppir e o IBGE e está sob a responsabilidade das diretorias de Geociências e de Pesquisas do Instituto.

O objetivo é mostrar a distribuição espacial e a concentração dos maiores percentuais da população negra, segundo a localização geográfica, dotando os gestores públicos de informações que facilitem a implementação de políticas publicas de promoção da igualdade racial, a partir de números concretos.

Segundo o Censo 2010, 43,1% da população brasileira declararam pardos e o maior percentual desse contingente estava na Região Norte (66,9%), sendo que todas as regiões revelaram percentuais acima dos 35%, exceto o Sul, com 16,5%. Ainda segundo o censo, 7,6% dos entrevistados se declararam pretos, e seu maior percentual estava no Nordeste (9,5%), com o Sudeste (7,9%) a seguir, enquanto a Região Sul mostrou o menor percentual (4,1%).

A cooperação técnica entre o IBGE e a Seppir também tem como meta elaborar estudos sociodemográficos e análises espaciais dos territórios com a presença (confirmada por título) de comunidades quilombolas. Futuramente, a informação sobre estes territórios será incluída na base territorial do IBGE. 

A III Conapir acontece entre os dias 5 e 7 de novembro, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília-DF, e possibilita aos 1,4 mil participantes aprofundar o debate em torno do tema central ‘Democracia e desenvolvimento sem racismo: por um Brasil afirmativo.

Fontes:
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil