Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2014 > 01 > Conselho repudia abusos sexuais de mulheres em presídio no MA

Cidadania e Justiça

Conselho repudia abusos sexuais de mulheres em presídio no MA

Nota

Mulheres teriam sido estupradas e violentadas sexualmente durante visita à penitenciária
por Portal Brasil publicado: 14/01/2014 17h50 última modificação: 30/07/2014 01h19

Em nota, o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher manifestou repúdio à violência sofrida pelas mulheres que teriam sofrido estupros e abusos sexuais durante visita ao presídio de de Pedrinhas, no estado do Maranhão.

Confira a integra:

O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) manifesta seu repúdio à violência sofrida pelas mulheres que, segundo matérias veiculadas pela imprensa, ao visitarem seus parentes cumprindo pena no Presídio de Pedrinhas, no estado do Maranhão, teriam sido submetidas a estupros e abusos sexuais.

É necessário firmeza para responsabilizar quem comete violações de mulheres e meninas em presídios masculinos, assim como em todas as outras situações de que são vítimas cotidianamente. O CNDM reafirma que mulheres e meninas não são e jamais devem ser alvo de troca, coerção, ou qualquer tipo de violência.

E aguarda as providências do Governo do Estado do Maranhão na apuração destas denúncias e a garantia do respeito à total integridade das mulheres. Aproveita para lembrar que as condições de encarceramento nas diferentes unidades da federação brasileira também merecem atenção para que atendam aos requisitos básicos de acolhimento institucional.

Fonte:

Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo lança edital do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial disponibiliza mais de R$ 4 milhões em 2015 para projetos destinados a combater o racismo.
Deputado defende medidas alternativas à redução da maioridade penal
Alessandro Molon (PT-RJ) é a favor de aprimoramento do Estatuto da Criança e do Adolescente
Alessandro Molon defende esclarecimento sobre maioridade penal
Deputado federal destaca que condenar redução da maioridade não significa defender impunidade
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial disponibiliza mais de R$ 4 milhões em 2015 para projetos destinados a combater o racismo.
Governo lança edital do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial
Alessandro Molon (PT-RJ) é a favor de aprimoramento do Estatuto da Criança e do Adolescente
Deputado defende medidas alternativas à redução da maioridade penal
Deputado federal destaca que condenar redução da maioridade não significa defender impunidade
Alessandro Molon defende esclarecimento sobre maioridade penal

Últimas imagens

Reduzir pela metade a proporção da população que sofre de fome
Reduzir pela metade a proporção da população que sofre de fome
ONU
Cursos de qualificação profissional do Pronatec são oferecidos gratuitamente
Cursos de qualificação profissional do Pronatec são oferecidos gratuitamente
Divulgação/Gov da Bahia
Artistas protestam contra PEC aprovada em primeiro turno
Artistas protestam contra PEC aprovada em primeiro turno
Divulgação
Investimento social total do programa será de R$ 5 milhões
Investimento social total do programa será de R$ 5 milhões
Albino Oliveira/MDA
Uma das ações do governo federal é o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil
Uma das ações do governo federal é o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil
Divulgação/Governo do RS

Governo digital