Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2014 > 01 > Conselho repudia abusos sexuais de mulheres em presídio no MA

Cidadania e Justiça

Conselho repudia abusos sexuais de mulheres em presídio no MA

Nota

Mulheres teriam sido estupradas e violentadas sexualmente durante visita à penitenciária
por Portal Brasil publicado: 14/01/2014 17h50 última modificação: 30/07/2014 01h19

Em nota, o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher manifestou repúdio à violência sofrida pelas mulheres que teriam sofrido estupros e abusos sexuais durante visita ao presídio de de Pedrinhas, no estado do Maranhão.

Confira a integra:

O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) manifesta seu repúdio à violência sofrida pelas mulheres que, segundo matérias veiculadas pela imprensa, ao visitarem seus parentes cumprindo pena no Presídio de Pedrinhas, no estado do Maranhão, teriam sido submetidas a estupros e abusos sexuais.

É necessário firmeza para responsabilizar quem comete violações de mulheres e meninas em presídios masculinos, assim como em todas as outras situações de que são vítimas cotidianamente. O CNDM reafirma que mulheres e meninas não são e jamais devem ser alvo de troca, coerção, ou qualquer tipo de violência.

E aguarda as providências do Governo do Estado do Maranhão na apuração destas denúncias e a garantia do respeito à total integridade das mulheres. Aproveita para lembrar que as condições de encarceramento nas diferentes unidades da federação brasileira também merecem atenção para que atendam aos requisitos básicos de acolhimento institucional.

Fonte:

Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Sancionada lei que garante desfrute de direitos constitucionais
Presidente em exercício, Michel Temer, sancionou lei que regula o processo e o julgamento do mandado de injunção
Denatran lança prêmio sobre educação no trânsito
No Distrito Federal, crianças aprendem que devem sempre utilizar o cinto de segurança e a faixa de pedestre
Governo defende alternativas para solução de conflitos
Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, defende o uso alternativo para a solução de conflitos judiciais em evento no Rio de Janeiro
Presidente em exercício, Michel Temer, sancionou lei que regula o processo e o julgamento do mandado de injunção
Sancionada lei que garante desfrute de direitos constitucionais
No Distrito Federal, crianças aprendem que devem sempre utilizar o cinto de segurança e a faixa de pedestre
Denatran lança prêmio sobre educação no trânsito
Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, defende o uso alternativo para a solução de conflitos judiciais em evento no Rio de Janeiro
Governo defende alternativas para solução de conflitos

Últimas imagens

A decisão foi tomada após o ministro entrar em contato com o governador de MS, Reinaldo Azambuja, que solicitou o apoio da Força Nacional na região
A decisão foi tomada após o ministro entrar em contato com o governador de MS, Reinaldo Azambuja, que solicitou o apoio da Força Nacional na região
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
A erradicação do trabalho infantil é projeto obrigatório de fiscalização do Ministério do Trabalho
A erradicação do trabalho infantil é projeto obrigatório de fiscalização do Ministério do Trabalho
Antônio Cruz/EBC
Acampados que aguardam por reforma agrária foram contemplados com 53.166 quilos
Acampados que aguardam por reforma agrária foram contemplados com 53.166 quilos
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Ministro quer priorizar o controle sobre as portas de entrada e de saída do sistema prisional
Ministro quer priorizar o controle sobre as portas de entrada e de saída do sistema prisional
Foto: Ascom/Ministério da Justiça
Olimpíada acontecerá de 5 a 21 de agosto no Rio de Janeiro
Olimpíada acontecerá de 5 a 21 de agosto no Rio de Janeiro
Foto: Cidade Olímpica/PCRJ

Governo digital