Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2014 > 02 > Agricultores do DF recebem cartão do Programa de Aquisição de Alimentos

Cidadania e Justiça

Agricultores do DF recebem cartão do Programa de Aquisição de Alimentos

Segurança alimentar

Mais de 650 produtores habilitados a vender alimentos ao programa no DF passarão a receber diretamente o pagamento pelos produtos
por Portal Brasil publicado: 17/02/2014 11h19 última modificação: 30/07/2014 01h25

Agricultores familiares de Sobradinho (DF), cidade a 22 quilômetros de Brasília, receberam os cartões bancários do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na última sexta-feira (14). Os 96 agricultores fazem parte de um grupo de 653 produtores do Distrito Federal que já estão habilitados a vender seus produtos ao programa pela modalidade Compra com Doação Simultânea e que passarão a receber diretamente o pagamento do governo federal, por meio do cartão.

O secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos, participou da entrega.

Ele destacou que o cartão do PAA representa uma nova etapa para a política de fortalecimento do setor e para o agricultor familiar. “A nova forma de operar o programa visa dar mais simplicidade, mais agilidade com o pagamento direto ao agricultor, mais transparência para poder controlar e acompanhar todo o processo, ou seja, vamos ter um sistema mais ágil para o agricultor que fornece o alimento e com mais facilidade de gestão”, afirmou.

O secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, Lúcio Valadão, destacou que, antes de 2010, o PAA atendia menos de 200 produtores no DF. Em 2013, já passavam de mil agricultores e a expectativa é entregar 1,5 mil cartões do programa até o fim deste ano. “A nossa prioridade é gerar renda no campo para que o agricultor familiar consiga se manter de forma sustentável, participando do mercado do Distrito Federal”, disse.

Ele destacou a criação do Programa de Aquisição da Produção da Agricultura do DF, inspirado no Programa de Aquisição de Alimentos do Governo Federal, que já garantiu a compra de mais de R$ 25 milhões em produtos da agricultura familiar da região.

O agricultor familiar Rogério Laguardia, 48, foi um dos produtores que receberam o cartão das mãos do secretário Arnoldo de Campos. Ele afirma que o valor que receber do PAA será prioritariamente investido na produção. “Todo o dinheiro que entrar vai ser como uma poupança e vai dar para a gente se planejar, seja para utilizar na propriedade ou para dar uma melhor condição para a família”, conta.

A agricultora Fernanda Lopes, 36, vai vender para o PAA pela primeira vez em 2014. Ela comemora a vantagem de receber o pagamento direto por meio do cartão, que pode ser utilizado para saque ou para compras em débito automático. “É mais fácil para nós movimentarmos o nosso dinheiro. Além disso, a gente não vai ter que ir atrás para ver se recebe ou não. O dinheiro vai cair direto na conta”, disse. Com o valor que receber do programa, a agricultora familiar pretende investir na propriedade, em especial na irrigação das hortaliças.

De acordo com o ministério, o PAA deve investir R$ 2,1 milhões, até junho deste ano, na compra de alimentos de agricultores do Distrito Federal. Eles serão repassados a 162 entidades de assistência social. Cada agricultor familiar pode vender até R$ 5,5 mil por ano para o programa.

Termo de Adesão

 A partir de 2012, a modalidade de Compra com Doação Smultânea do PAA passou a ser executada por meio de adesão dos governos estaduais e prefeituras, e não mais por meio de convênios. Até o momento, 23 governos estaduais e 452 prefeituras assinaram termos de adesão ao programa. Com isso, o processo de gestão torna-se mais ágil e passa a ter indicação de metas a serem cumpridas por meio de um plano operacional.

O acompanhamento da execução é feito por meio de um sistema informatizado. Além disso, o programa se utiliza de mecanismos de controle social, com conselhos e comitês, que garantem a participação dos próprios beneficiários, de entidades representativas e dos poderes públicos na fiscalização. 

Fonte:

Ministério do Desenvolvimento Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido

Últimas imagens

Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Governo digital