Cidadania e Justiça

Aparelhamento

Bahia inicia planejamento operacional de segurança para Copa

Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça investiu R$ 69,2 milhões
publicado: 04/06/2014 19h46, última modificação: 22/12/2017 10h48

Com a demonstração de parte dos equipamentos tecnológicos de segurança pública que aconteceu nesta quarta-feira (4), o Governo da Bahia iniciou o plano operacional para a Copa do Mundo, com investimentos de R$ 69,2 milhões da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça (Sesge/MJ).

“A integração entre as forças de segurança federal, estadual e municipal foi o que nos garantiu o excelente serviço prestado durante a Copa das Confederações 2013 e reconhecido pelo Ministério da Justiça”, comentou o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa.

 Protocolos foram criados por policiais baianos e reproduzidos em outras cidades-sede, comprovando o destaque da segurança baiana no cenário nacional.

Cerca de 15,6 mil servidores de instituições de segurança federal, estadual e municipal, além das Forças Armadas, trabalharão durante o Mundial na Bahia. Os efetivos reforçarão o policiamento na capital, região metropolitana de Salvador (principalmente em Praia do Forte, onde ficará a delegação da Croácia) e na região sul do estado, com foco nas cidades de Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália, sedes das seleções da Alemanha e da Suíça.

 Principais legados da segurança, o Centros Integrados de Comando e Controle (CICCR), situado no Parque Tecnológico da Bahia, e o CICC Móvel – caminhões equipados com estrutura semelhante – são ferramentas que serão úteis no combate à violência na Bahia, mesmo depois da Copa do Mundo. Eles estão classificados como unidades cerebrais para todo o esquema operacional durante o evento.

No CICCR, que receberá integrantes das forças de segurança federal, estadual e municipal, as imagens das 315 câmeras dispostas em Salvador e região metropolitana serão acessadas em tempo real, permitindo respostas rápidas. Os CICCs móveis, por sua vez, serão usados de maneira itinerante, já que suas estruturas permitem essa versatilidade.

Equipamentos

A Sesge/MJ investiu em equipamentos que serão utilizados pela polícia baiana. Óculos com reconhecimento facial e capacidade de transmitir imagens para os CICCs, robôs para manuseio de artefatos explosivos, roupas especiais, imageador aéreo, entre outros equipamentos serão utilizados pela polícia baiana durante a Copa. Duzentas viaturas, equipadas com câmeras, também realizarão captura de imagens e envio para o centro integrado, além de duas plataformas de observação elevada.

O ônibus que funciona como Delegacia Móvel, doada pela Sesge/MJ, será usado nas proximidades da Arena Fonte Nova, com o apoio de mais duas vans da Polícia Civil da Bahia. O Grupamento Aéreo da PM também trabalhará durante o Mundial de Futebol.

Fonte:

Ministério da Justiça

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems