Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2014 > 10 > Órgãos públicos fazem sites para divertir e educar

Cidadania e Justiça

Órgãos públicos fazem sites para divertir e educar

Cidadania na infância

Espaços dirigidos às crianças e aos adolescentes têm jogos e animações que passam informações de maneira didática e lúdica
por Portal Brasil publicado: 12/10/2014 18h31 última modificação: 12/10/2014 18h31

A Secretaria de Direitos Humanos elaborou um compilado de sites de diversos órgãos e instituições públicas com conteúdo para o público infanto-juvenil se informar desde cedo sobre direitos e deveres. Entre eles estão o Ministério Público Federal (MPF), o Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Receita Federal e a Câmara dos Deputados.

Os espaços dirigidos às crianças e aos adolescentes têm jogos e animações que transmitem informações relevantes de maneira didática e lúdica.

É possível consultar dados sobre os Três Poderes, explicações sobre como funcionam importantes instituições e encontrar ponderações sobre os direitos e responsabilidades de cada cidadão. Confira abaixo alguns exemplos desses sites.

Turminha do MPF – O ambiente virtual, criado em 2009, nasceu de uma demanda de estudantes que visitavam o Ministério Público Federal e depois procuravam o seu sítio eletrônico em busca de materiais para pesquisas escolares. Desta demanda por conteúdo em uma linguagem compreensível e agradável para o público infanto-juvenil, nasceu o Turminha do MPF, totalmente idealizado, criado e finalizado pelos servidores da Secretaria de Comunicação da Procuradoria Geral da República (PGR). O objetivo é estimular o exercício da cidadania e difundir o papel do Ministério Público Federal.

Plenarinho Câmara – A elaboração de conteúdos para crianças e adolescentes teve início em 2004. Foi ao ar com a primeira edição do Parlamento Jovem, quando estudantes do Ensino Médio participaram de uma simulação de atividades da Câmara, como se fossem parlamentares. Em 2006, começou a ser gravado o Programa Câmara Ligada, da Rádio e TV Câmara, voltado para os jovens. Há ainda programas de Educação para a Democracia. A ideia surgiu para ajudar as crianças e os adolescentes a desenvolverem o senso de cidadania, democratizando o acesso a informações legislativas e divulgando a importância da Casa para a democracia. A iniciativa conta com ações que estimulam a participação das crianças, como a Câmara Mirim, um concurso anual de projetos de lei aberto aos estudantes do 5º ao 9º ano do país. Todo ano, três projetos são selecionados, e os autores vêm a Brasília, onde defendem suas propostas na Sessão Mirim, composta por outras crianças.

TCU para Crianças – Foi criado em 2006 para orientar os cidadãos sobre a importância de prestação de contas e da fiscalização do gasto público, lembrando-as que a qualidade dos serviços públicos é um direito e depende da participação de todos. Para o TCU, estas são lições que podem ser repassadas às crianças, que representam o futuro do país.

Edukatu - O Instituto Akatu produz conteúdos que buscam conscientizar crianças e jovens a respeito do consumo consciente. Há cinco anos, o instituto lançou o projeto para a infância. No início, o  trabalho era destinado a ações em escolas. Posteriormente, se tornou o site Akatu Mirim, com jogos e outros conteúdos que buscam ir além do público escolar. Recentemente, lançaram o Edukatu, o mais novo projeto do instituto voltado para jovens e crianças.

Fonte:

Secretaria de Direitos Humanos

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo reativa plano Juventude Viva
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
Governo reativa plano Juventude Viva
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem

Últimas imagens

Clientes que se sentirem lesados podem procurar o órgão de defesa do consumidor (Procon) de sua região
Clientes que se sentirem lesados podem procurar o órgão de defesa do consumidor (Procon) de sua região
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
Foto: Ana Nascimento/MDS
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Divulgação/Prefeitura de Barreiras (BA)
Estado de São Paulo recebeu seis veículos, um imóvel e 22 veículos para diferentes prefeituras
Estado de São Paulo recebeu seis veículos, um imóvel e 22 veículos para diferentes prefeituras
Arquivo/Prefeitura de Silva Jardim (RJ)
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital