Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2015 > 01 > Travestis e trans de São Paulo receberão bolsa qualificação

Cidadania e Justiça

Travestis e trans de São Paulo receberão bolsa qualificação

Igualdade

Benefício será de um salário mínimo mensal. Além do dinheiro, também serão fornecidos hormônios femininos na rede básica de saúde
por Portal Brasil publicado: 12/01/2015 08h53 última modificação: 12/01/2015 08h53

A prefeitura de São Paulo oferecerá uma bolsa para travestis e transexuais da capital paulista voltarem a estudar. A medida visa capacitar as transexuais e travestis, que sofrem discriminação no mercado de trabalho e muitas vezes têm de recorrer à prostituição. 

Inicialmente, 100 beneficiárias receberão um salário mínimo mensal (R$ 788) e serão matriculadas em cursos técnicos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A medida é inédita no Brasil e na América do Sul.

Para receber o benefício, as travestis precisam comprovar presença nas aulas, e também deverão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A intenção é que, após dois anos no programa, as beneficiárias saiam formalmente empregadas.

Além do dinheiro, a prefeitura também fornecerá hormônios femininos para as travestis na rede básica de saúde.

O programa custará cerca de R$ 2 milhões em 2015 e poderá ser ampliado já no segundo semestre.

Números

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania estima que há pelo menos quatro mil transexuais e travestis vivendo em São Paulo.

Segundo o Relatório Sobre Violência Homofóbica 2012, elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), naquele ano foram registradas 195 denúncias de violações contra travestis, entre homicídios, violência física, violência sexual e discriminação.

Fonte: 
Secretaria de Direitos Humanos 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Receita Federal oferece serviço de inclusão de nome social do CPF
A medida dispõe sobre o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais no âmbito da administração pública federal, autárquica e fundacional
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Atendimento à população ribeirinha da Amazônia é desafio para poder público
Muitos moram em locais distantes das cidades e o transporte só pode ser feito por barco e, às vezes, a viagem pode levar dias. Para atender essa população, navios da Marinha brasileira percorrem a região desde 1984.
A medida dispõe sobre o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais no âmbito da administração pública federal, autárquica e fundacional
Receita Federal oferece serviço de inclusão de nome social do CPF
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos
Muitos moram em locais distantes das cidades e o transporte só pode ser feito por barco e, às vezes, a viagem pode levar dias. Para atender essa população, navios da Marinha brasileira percorrem a região desde 1984.
Atendimento à população ribeirinha da Amazônia é desafio para poder público

Últimas imagens

Para fazer a carteira pela primeira vez é necessário apresentar documentos originais
Para fazer a carteira pela primeira vez é necessário apresentar documentos originais
Jana Pessôa/Governo de Mato Grosso
Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Divulgação/Gender Summit
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Foto: Isaac Amorim/Ministério da Justiça
Proprietário de veículo com tais especificações deve ligar para 0800-7013432 ou acessar o site da Honda
Proprietário de veículo com tais especificações deve ligar para 0800-7013432 ou acessar o site da Honda
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Decisão do Contran foi anunciada em 29 de junho deste ano
Decisão do Contran foi anunciada em 29 de junho deste ano
Divulgação/Governo do Espírito Santo

Governo digital