Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2015 > 11 > Programa incentiva pequenos agricultores a gerarem energia eólica e solar

Cidadania e Justiça

Programa incentiva pequenos agricultores a gerarem energia eólica e solar

Energias renováveis

Acordo insere equipamentos de geração no programa Mais Alimentos; Produtores terão crédito diferenciado
por Portal Brasil publicado: 25/11/2015 13h11 última modificação: 25/11/2015 20h24

A partir de hoje, pequenos produtores de agricultura familiar e assentados da reforma agrária podem financiar os equipamentos para produção de energia eólica e solar pelo programa Mais Alimentos, uma linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para dar subsídios a infraestrutura produtiva.

A assinatura do termo de cooperação foi feita nesta quarta-feira (25), em Brasília, entre a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário.  As energias solar e eólica estão inseridas nas chamadas fontes de energia renováveis, que representaram no ano passado 41% da matriz energética brasileira.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, celebrou o acordo e lembrou que o Brasil é um país rico em recursos naturais, necessários para o desenvolvimento nacional. “A integração dos equipamentos no Mais Alimentos é mais um avanço na agricultura familiar”, disse o ministro.

Ao adquirir os equipamentos de geração de energia por meio do programa, os agricultores familiares financiam o material com condições de crédito diferenciada do mercado. Para o diretor executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, o acordo irá diminuir a principal dificuldade hoje do pequeno consumidor, justamente o investimento inicial nos equipamentos de energia solar fotovoltaica.

“O investimento é quase todo no início, porque a vida útil das placas fotovoltaicas é de 25 anos, com pouca manutenção. Com o acordo, esperamos ter mais geração de energia no campo, trazer produtividade e agregar valor para os pequenos agricultores”, disse.

A presidente executiva da ABEEólica, Elbia Melo, ressalta que uma das principais características da energia eólica, além da produção limpa de energia, é justamente agregar valor e gerar outra fonte de renda para os estados produtores.

“No Rio Grande do Sul, os parques eólicos continuam produzindo arroz e criando gado, mas agora com a renda extra do arrendamento das máquinas. O efeito multiplicador das energias renováveis vai além do contexto energético, tem o impacto social”, completa. Segundo ainda a presidente executiva, somente a energia eólica gerou 40 mil postos de trabalho relacionados a produção dos equipamentos, manutenção e seu funcionamento.

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Para combater o uso de drogas e aumentar a segurança nas estradas, o Denatran lançou novas regras para os exames que detectam essas substâncias nos condutores
Governo lança novas regras para exames toxicológicos em condutores
Brasil teve, em dez anos, um aumento de 221% no serviço de recall. A partir de agora, os consumidores vão ter pela internet uma nova maneira de se manterem informados sobre os produtos adquiridos
Consumidores recebem comunicado de recall pela internet
O semiárido representa quase 20% do território brasileiro. As cisternas captam e armazenam água da chuva
Parceria entregou mais de 100 mil cisternas para moradores do semiárido

Últimas imagens

Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Foto: Mauro Vieira /MDS
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Foto: Mauro Vieira /MDS
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Foto: Mauro Vieira /MDS
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Foto: Mauro Vieira /MDS
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Mães e cuidadoras já percebem e relatam grandes evoluções no desenvolvimento das crianças e na relação com a família
Foto: Mauro Vieira /MDS

Governo digital