Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2015 > 12 > Lançada pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira de São Paulo

Cidadania e Justiça

Lançada pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira de São Paulo

Assistência

Localizada no bairro Cambuci, as obras já foram iniciadas e deverão ser concluídas no primeiro semestre de 2016
publicado: 11/12/2015 17h22 última modificação: 15/12/2015 10h34

A Pedra Fundamental da Casa da Mulher Brasileira de São Paulo foi lançada, nesta quinta-feira (10), pela secretária especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Eleonora Menicucci. Localizada no bairro Cambuci, as obras da Casa já foram iniciadas e deverão ser concluídas no primeiro semestre de 2016.

O governo federal está investindo R$ 8 milhões na Casa da Mulher Brasileira de São Paulo“Estamos aqui cumprindo a determinação da Lei Maria da Penha de proporcionar atendimento integrado e humanizado. A Casa não é só uma construção. É a construção de uma política pública”, disse Eleonora Menicucci. 

A secretária também falou do momento político e dos tipos de críticas que a presidenta Dilma vem sendo alvo. “Nunca vi na minha vida ataques tão misóginos dirigidos a ela”, disse. Sobre o atual momento político, Menicucci acrescentou: “que ninguém ouse quebrar a instituição do Estado de Direito democrático do nosso país que gerações contemporâneas, desde 1968, vêm construindo”.

Assim como as casas de Brasília e Campo Grande, a Casa da Mulher Brasileira de São Paulo funcionará como um espaço de atendimento integral e humanizado às mulheres que estiverem em situação de violência.

Num mesmo espaço serão disponibilizados diferentes serviços especializados que atendem aos mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; Juizado especializado em violência doméstica e familiar contra as mulheres; Ministério Público, Defensoria Pública; serviço de promoção de autonomia econômica; espaço de cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

Para a defensora pública Ana Paula de Oliveira, a Casa da Mulher Brasileira representa a possibilidade de as mulheres terem acesso aos serviços em um único local, evitando a revitimização.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Secretaria de Políticas para as Mulheres

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo reativa plano Juventude Viva
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
Governo reativa plano Juventude Viva
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem

Últimas imagens

O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
Foto: Ana Nascimento/MDS
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Divulgação/Prefeitura de Barreiras (BA)
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Divulgação/Ministério da Saúde
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Gabriel Jabur/Agência Brasília
Participação dos municípios está sujeita à aprovação do Conselho de Assistência Social
Participação dos municípios está sujeita à aprovação do Conselho de Assistência Social
Foto: Sergio Amaral/MDS

Governo digital