Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 02 > Ações brasileiras contra pobreza e desigualdades são referências internacionais

Cidadania e Justiça

Ações brasileiras contra pobreza e desigualdades são referências internacionais

PNUD

Representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento diz que Brasil incorporou a agenda dos Objetivos do Milênio às suas políticas públicas
por Portal Brasil publicado: 11/02/2016 20h20 última modificação: 22/04/2016 16h55
Foto: Ana Nascimento/MDS Ministra Tereza Campello em reunião com  Niky Fabiancic, representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil

Ministra Tereza Campello em reunião com Niky Fabiancic, representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil

O Brasil incorporou a agenda dos Objetivos do Milênio às suas políticas públicas nos últimos 10, 15 anos, e, por isso, conquistou progressos muito significativos na redução da pobreza e das desigualdades. A avaliação é do coordenador-residente do Sistema Nações Unidas (ONU) no Brasil, Niky Fabiancic, que esteve reunido, nesta quinta-feira, com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.

Fabiancic, que também é representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil, discutiu hoje com a ministra Tereza Campello a continuidade de parcerias técnicas e o acompanhamento das políticas públicas executadas pelo governo federal. Ele ressaltou a vontade política do governo brasileiro para o sucesso das políticas sociais.

O representante do Pnud destacou, ainda, a importância do protagonismo do Brasil na discussão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos para serem alcançados até 2030. “Os Objetivos do Milênio foram uma agenda para países em desenvolvimento. O Brasil contribuiu para que a agenda de discussão dos ODS fosse uma agenda universal”, disse. “O País mostrou uma liderança ao discutir a intersetorialidade, a integralidade dos objetivos. Temos de trabalhar em avanços em todas as frentes para obter um desenvolvimento”, completou Fabiancic.

Ele também exaltou a trajetória brasileira e se recordou de uma parceria com o governo brasileiro ainda quando era coordenador residente do Sistema das Nações Unidas na República Dominicana para a construção de programas sociais semelhantes ao Bolsa Família naquele país. “O Brasil, com a sua experiência, já está contribuindo com outros países para alcançarem seus objetivos”, afirmou.

A Agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) é composta por 17 objetivos e 169 metas para países desenvolvidos e em desenvolvimento. Entre as propostas estão erradicar a fome e a pobreza, reduzir a desigualdade, promover a agricultura sustentável, saúde, educação e igualdade de gênero, além de garantir a todos o acesso à água, ao saneamento e à energia sustentável.

Fonte:  MDS

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Comitê busca ampliar renda de beneficiários do Bolsa Família
Governo vai criar comitê para incluir beneficiários do Bolsa Família na cadeia produtiva, permitindo que as famílias possam se emancipar
Operação investiga fraudes em projetos beneficiados pela Lei Rouanet
Operação investiga fraudes em projetos culturais beneficiados pela Lei Rouanet. Quadrilha atuou por cerca de 20 anos
Famílias de Pernambuco e Bahia recebem contratos de concessão de uso da terra
A Superintendência Regional do Incra finalizou o 1° semestre de 2016 com entrega de 1.673 Contratos de Concessão de Uso de Terra
Governo vai criar comitê para incluir beneficiários do Bolsa Família na cadeia produtiva, permitindo que as famílias possam se emancipar
Comitê busca ampliar renda de beneficiários do Bolsa Família
Operação investiga fraudes em projetos culturais beneficiados pela Lei Rouanet. Quadrilha atuou por cerca de 20 anos
Operação investiga fraudes em projetos beneficiados pela Lei Rouanet
A Superintendência Regional do Incra finalizou o 1° semestre de 2016 com entrega de 1.673 Contratos de Concessão de Uso de Terra
Famílias de Pernambuco e Bahia recebem contratos de concessão de uso da terra

Governo digital