Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 02 > Brasil doa 977 toneladas de arroz à Faixa de Gaza

Cidadania e Justiça

Brasil doa 977 toneladas de arroz à Faixa de Gaza

Conab

Operação é realizada no âmbito da Cooperação Humanitária Internacional com o Programa Mundial de Alimentos (PMA)
por Portal Brasil publicado: 26/02/2016 16h47 última modificação: 26/02/2016 22h01
EBC Ao todo, foram negociadas 977 toneladas de arroz: produto seguirá rumo à Faixa de Gaza

Ao todo, foram negociadas 977 toneladas de arroz: produto seguirá rumo à Faixa de Gaza

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, nesta sexta-feira (26), mais um leilão de troca de arroz in natura por arroz beneficiado. Ao todo, foram negociadas 977 toneladas, a serem doadas à Faixa de Gaza, no âmbito da Cooperação Humanitária Internacional com o Programa Mundial de Alimentos (PMA). No Brasil, a coordenação é realizada pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), e a execução cabe à Conab.

Os compradores deverão fornecer o arroz beneficiado, ensacado e organizado em containeres de 20 pés. Cabe a eles também acondicionar os containeres dentro do navio que fará o transporte ao destino final, com partida do Porto de Rio Grande (RS). O prazo para a entrega do produto no porto é 18 de abril.  

Além disso, as despesas de capatazia, desembaraço alfandegário, emissão de certificados internacionais de qualidade e inspeção exigidos também são de responsabilidade dos compradores do arroz. Com a operação, a Conab ganha em agilidade, pois o arroz já chega pronto para a doação.

Em contrapartida, a companhia oferece quantidade maior do arroz in natura aos vencedores do leilão. Nessa operação, a quantidade a ser recebida será de 1,81 mil toneladas. 

A doação de estoques públicos de alimentos para assistência humanitária internacional é autorizada pela Lei 12.429, de 20 de agosto de 2011.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Conab

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Atendimento à população ribeirinha da Amazônia é desafio para poder público
Muitos moram em locais distantes das cidades e o transporte só pode ser feito por barco e, às vezes, a viagem pode levar dias. Para atender essa população, navios da Marinha brasileira percorrem a região desde 1984.
Programa garante segurança alimentar e nutricional em Brasília
Alimenta Brasília, que faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal, recebeu mais R$ 2 milhões
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos
Muitos moram em locais distantes das cidades e o transporte só pode ser feito por barco e, às vezes, a viagem pode levar dias. Para atender essa população, navios da Marinha brasileira percorrem a região desde 1984.
Atendimento à população ribeirinha da Amazônia é desafio para poder público
Alimenta Brasília, que faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal, recebeu mais R$ 2 milhões
Programa garante segurança alimentar e nutricional em Brasília

Últimas imagens

Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Divulgação/Gender Summit
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Foto: Isaac Amorim/Ministério da Justiça
Proprietário de veículo com tais especificações deve ligar para 0800-7013432 ou acessar o site da Honda
Proprietário de veículo com tais especificações deve ligar para 0800-7013432 ou acessar o site da Honda
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Decisão do Contran foi anunciada em 29 de junho deste ano
Decisão do Contran foi anunciada em 29 de junho deste ano
Divulgação/Governo do Espírito Santo
Programa Criança Feliz prioriza crianças de até 3 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família
Programa Criança Feliz prioriza crianças de até 3 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família
Foto: Sergio Amaral/MDS

Governo digital