Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 03 > Ceará vai criar plano de combate ao trabalho escravo

Cidadania e Justiça

Ceará vai criar plano de combate ao trabalho escravo

Respeito

Estado ocupa a quarta posição no ranking nacional de trabalhadores resgatados, atrás de Minas, Maranhão e Rio de Janeiro
publicado: 23/03/2016 16h13 última modificação: 29/03/2016 10h12
Foto: Renato Alves / MTE Plano vai ser definido por representantes do ministério do Trabalho, OIT, governo estadual e Ministério Público

Plano vai ser definido por representantes do ministério do Trabalho, OIT, governo estadual e Ministério Público

O Estado do Ceará vai elaborar um plano de combate ao trabalho escravo. O superintendente do Ministério do Trabalho no Estado se reuniu com o governador Camilo Santana e com representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e definiram a organização de um grupo para atuar na criação do plano.

Para Camilo Santana, a intenção é atuar na prevenção e, assim, erradicar o trabalho escravo do Ceará. "É muito importante trabalhar na prevenção e, também, na reinserção das vítimas no mercado de trabalho. A ideia é incluí-las nas ações que o Estado oferece. Vamos trazer essas pessoas para dentro dos nossos programas", disse.

A formatação do plano, segundo o governador, envolverá ainda instituições como o Ministério Público do Trabalho (MPT) e entidades da sociedade civil. "Precisamos da integração de todos nessa iniciativa", afirmou.

De acordo com Sérgio Carvalho, auditor fiscal do Trabalho, o crime se caracteriza principalmente por trabalho degradante e jornada exaustiva. Ele citou a importância da pactuação com o governo do Estado para atuar na prevenção e combate. "É fundamental o poder público Estadual assumir esse compromisso de combater e erradicar o trabalho escravo. Precisamos muito avançar na prevenção e na reinserção de trabalhadores egressos e vulneráveis", disse ele.

O Ceará ocupa a quarta posição no ranking nacional de trabalhadores resgatados. Os três Estados recordistas em registros são Minas Gerais (148), Maranhão (107) e Rio de Janeiro (73).

Em 2015, as equipes do Grupo de Fiscalização Móvel de Combate ao Trabalho Escravo  formado por auditores fiscais do Trabalho, procuradores do Trabalho, policiais rodoviários federais e agentes da Polícia Federal  resgataram 70 trabalhadores em condições análogas à escravidão.

No ano anterior, foram 68. Apesar da proximidade do número de vítimas, o total de recursos pagos em indenizações quase dobrou. Saltou de R$ 111.800,00, em 2014, para R$ 271.350,00, no ano seguinte. A explicação para o aumento pode ter relação com o tempo de serviço e o valor dos salários dos trabalhadores resgatados. Ao todo, foram lavrados 90 autos de infração.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho e Previdência Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Visita à Rede Sarah mostra avanços na estimulação de crianças
O Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, e a embaixadora do Programa Criança Feliz, primeira-dama Marcela Temer, visitaram na quarta-feira (16) unidade Rede Sarah, em Brasília
Ministério da Justiça tem curso de educação financeira
Curso online e gratuito, busca orientar participantes sobre questões como orçamento doméstico e cálculo de despesas e receitas
Representantes do Cone Sul se reúnem para debater ações de criminalidade
Países do Cone Sul irão se reunir no Palácio do Itamaraty nesta semana
O Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, e a embaixadora do Programa Criança Feliz, primeira-dama Marcela Temer, visitaram na quarta-feira (16) unidade Rede Sarah, em Brasília
Visita à Rede Sarah mostra avanços na estimulação de crianças
Curso online e gratuito, busca orientar participantes sobre questões como orçamento doméstico e cálculo de despesas e receitas
Ministério da Justiça tem curso de educação financeira
Países do Cone Sul irão se reunir no Palácio do Itamaraty nesta semana
Representantes do Cone Sul se reúnem para debater ações de criminalidade

Últimas imagens

Levou-se em consideração a necessidade de estudos para a avaliar efetividade da exigência
Levou-se em consideração a necessidade de estudos para a avaliar efetividade da exigência
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Cada familia recebeu uma unidade habitacional no valor total de R$ 33 mil
Cada familia recebeu uma unidade habitacional no valor total de R$ 33 mil
Divulgação/Incra
O sistema possui atualmente 352 empresas cadastradas
O sistema possui atualmente 352 empresas cadastradas
Marcos Santos/USP Imagens
A iniciativa é do Ministério da Justiça e Cidadania e Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas
A iniciativa é do Ministério da Justiça e Cidadania e Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas
Foto: Isaac Amorim/Ministério da Justiça
A titulação de terras é importante porque dá segurança jurídica aos assentados
A titulação de terras é importante porque dá segurança jurídica aos assentados
Divulgação/Incra (TO)

Governo digital