Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 03 > Fazenda de 9,8 mil hectares receberá assentamento com 400 famílias

Cidadania e Justiça

Fazenda de 9,8 mil hectares receberá assentamento com 400 famílias

Incra

O imóvel, considerado improdutivo em 2009, teve sua posse imitida ao Incra após decisão da 1ª Vara da Justiça Federal de Alagoinhas, em Sergipe
publicado: 03/03/2016 16h28 última modificação: 03/03/2016 16h41
Incra Inserido em uma região sob influência do manancial subterrâneo da Bacia do Tucano, o futuro assentamento possui potencial para o desenvolvimento de culturas como tomate, melão, melancia e banana

Inserido em uma região sob influência do manancial subterrâneo da Bacia do Tucano, o futuro assentamento possui potencial para o desenvolvimento de culturas como tomate, melão, melancia e banana

A Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Sergipe obteve a desapropriação de um imóvel rural de 9,8 mil hectares. As terras serão destinadas a 400 famílias.

“A conquista de mais um grande imóvel e a sua integração ao Programa Nacional de Reforma Agrária premia um esforço do Incra e oferece uma nova perspectiva econômica para a região e para a vida de centenas de famílias”, analisou o superintendente regional do Incra no Estado, André Bomfim Ferreira.

A Fazenda Renata, objeto de desapropriação para fins de reforma agrária, fica entre os municípios de Itapicuru e Ribeira do Amparo, já no Estado da Bahia. Considerado improdutivo em vistoria realizada pela autarquia federal em agosto de 2009, o imóvel teve sua posse emitida ao Incra após decisão da 1ª Vara da Justiça Federal de Alagoinhas (SE).

Inserido em uma região sob influência do manancial subterrâneo da Bacia do Tucano, o futuro assentamento possui potencial para o desenvolvimento de culturas como tomate, melão, melancia, banana, cebola e caju, que podem abastecer a mercados nos estados da Bahia e de Sergipe.

A Fazenda Renata é o sexto imóvel obtido pelo Incra de Sergipe em 2016, sendo as demais áreas conquistadas anteriormente destinadas à consolidação de territórios quilombolas.

Fonte: Incra

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Criança Feliz
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Programa Criança Feliz
Programa Criança Feliz
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados

Últimas imagens

Antes, a única forma de resolver essa situação era procurar a justiça para iniciar o processo legal
Antes, a única forma de resolver essa situação era procurar a justiça para iniciar o processo legal
Foto: Meneguini/Governo do Mato Grosso
Tráfico de pessoas é uma violação dos direitos humanos e é um problema em escala global
Tráfico de pessoas é uma violação dos direitos humanos e é um problema em escala global
Arquivo/EBC
A ação orientará as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos
A ação orientará as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos
Divulgação/Governo de Mato Grosso do Sul
Peritos revisaram 126,2 mil benefícios de segurados que não passavam por avaliação médica há mais de dois anos
Peritos revisaram 126,2 mil benefícios de segurados que não passavam por avaliação médica há mais de dois anos
Arquivo/EBC
A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%)
A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%)
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital