Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 03 > Piauí recebe mutirão de documentação para trabalhadoras rurais

Cidadania e Justiça

Piauí recebe mutirão de documentação para trabalhadoras rurais

Acesso

Trabalhadoras de nove cidades terão acesso gratuito ao RG, CPF, Carteira de Trabalho e informações da Previdência Social
publicado: 02/03/2016 17h33 última modificação: 03/03/2016 16h07

Piauí vai receber novas etapas do Programa Nacional de Documentação das Trabalhadoras Rurais. Entre os dias 3 de 12 de março, ações em nove cidades do Estado garantirão acesso gratuito à Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira de Trabalho e informações da Previdência Social.

Nessa etapa, serão atendidas famílias dos municípios de Currais, Bom Jesus, Santa Luz, Cristino Castro, Palmeira do Piauí, Colônia do Gurguéia, Alvorada do Gurguéia, Eliseu Martins e Manoel Emídio.

Segundo o superintendente do Incra no Estado, Oscar Siqueira Procópio, a apresentação desse serviço é fundamental para que os trabalhadores tenham acesso a outros direitos e políticas públicas.

Para o delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no Piauí, Marcelo dos Anjos Mascarenha, essa é uma oportunidade para levar dignidade à mulher do campo. “Muitas vezes o trabalho da mulher não era visto pela sociedade. Esses dias que estamos perto de comemorar o Dia Internacional da Mulher é mais uma oportunidade para o trabalho e a dignidade da mulher serem afirmados”, disse.

A equipe do programa está sob a coordenação de duas mulheres, a assessora do MDA, Simone Seabra, e da assistente social do Incra/PI, Weline Borges. Elas apontaram como a grande novidade dessa nova fase do programa de documentação a emissão da 2ª via da Carteira de Identidade, que é uma demanda antiga dos sindicatos e dos trabalhadores em todo o Piauí.

“Este ano, queremos superar a nossa meta do ano passado, quando realizamos 109 mutirões em todo o Piauí e conseguir emitir mais de 20 mil documentos”, finaliza Simone.

Além do Incra, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário, também fazem parte do Programa Nacional de Documentação das Trabalhadoras Rurais a Delegacia Regional do Trabalho no Piauí, a Secretaria Estadual de Segurança Pública, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Sindicatos Rurais e prefeituras municipais.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Incra

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Motoristas poderão ter a versão eletrônica da CNH
Documento equivale à CNH impressa e ficará disponível por meio de aplicativo para celulares
Receita Federal oferece serviço de inclusão de nome social do CPF
A medida dispõe sobre o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais no âmbito da administração pública federal, autárquica e fundacional
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Documento equivale à CNH impressa e ficará disponível por meio de aplicativo para celulares
Motoristas poderão ter a versão eletrônica da CNH
A medida dispõe sobre o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais no âmbito da administração pública federal, autárquica e fundacional
Receita Federal oferece serviço de inclusão de nome social do CPF
Texto assegura direitos básicos, como educação, segurança e alimentação básica
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos

Últimas imagens

Revisão de 1,7 milhão de auxílios-doença e aposentadorias por invalidez deve gerar economia de R$ 10 bilhões
Revisão de 1,7 milhão de auxílios-doença e aposentadorias por invalidez deve gerar economia de R$ 10 bilhões
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Cozinheiros de Rua foi um dos grupos de economia solidária criados com investimento federal
Cozinheiros de Rua foi um dos grupos de economia solidária criados com investimento federal
Arquivo/Cozinheiros de Rua
Para fazer a carteira pela primeira vez é necessário apresentar documentos originais
Para fazer a carteira pela primeira vez é necessário apresentar documentos originais
Jana Pessôa/Governo de Mato Grosso
Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Podem participar brasileiros de 18 a 35 anos, sejam estudantes ou já formados
Divulgação/Gender Summit
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Emissão de passaportes estava suspensa pela Polícia Federal desde 27 de junho
Foto: Isaac Amorim/Ministério da Justiça

Governo digital