Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 03 > Quilombolas trocam casas de pau a pique por imóveis de alvenaria

Cidadania e Justiça

Quilombolas trocam casas de pau a pique por imóveis de alvenaria

Minha Casa Minha Vida Rural

O Minha Casa Minha Vida Rural melhorou até a saúde pública em Bom Conselho, no agreste pernambucano
por Portal Brasil publicado: 05/03/2016 09h30 última modificação: 10/03/2016 17h12

Ao retirar famílias descendentes de quilombolas de casas de pau a pique em Bom Conselho, no agreste pernambucano, o Minha Casa Minha Vida Rural contribuiu para a melhoria da saúde dos moradores da cidade localizada a 280 quilômetros de Recife. Quem atesta é a médica Alina Alonso Hernandez, uma das responsáveis pelo atendimento diário no posto de saúde local.

“Há uma mudança muito positiva. As doenças que eram mais comuns, como as parasitoses e as geradas por picada de insetos ou mordidas de ratos estão diminuindo com o Minha Casa Minha Vida Rural”, constata a médica cubana Alina Hernandez, enviada pelo Programa Mais Médicos a Bom Conselho em março de 2014.

O agricultor João Cavalcante é um exemplo dessa transformação. Ele já havia sido atendido mais de uma vez no posto médico da cidade por picada de escorpião e de aranha caranguejeira. Os aracnídeos costumavam se esconder nos buracos e frestas da casa de pau a pique em que ele vivia até receber as chaves moradia construída pelo Minha Casa Minha Vida Rural no final do ano passado.

“A gente que vivia em casa de taipa ficava sujeito a tudo”, lembra João Cavalcante. "Sou uma pessoa realizada e vou continuar cuidando muito da minha moradia. Com a casa nova, terei mais saúde", acredita o agricultor. Ele integra as 96 famílias contempladas pelo Minha Casa Minha Vida Rural em Bom Conselho no final de novembro. No total, já foram entregues 703 unidades de 803 contratadas até o momento. 

O programa atua no município diretamente na construção de casas para descendentes de quilombolas. Outro fator que ajudou na promoção da saúde no município é que todas as casas têm água encanada, banheiro e fossa séptica, exigências do programa de habitação. 

O músico José Soares comemora o simples fato de agora poder tomar banho na hora que quiser e com total privacidade. Antes, ele esperava anoitecer e se lavava nos fundos da propriedade para não ser visto pelos vizinhos. Era época do banheiro de lona e palha de coqueiro e de água jogada de balde no corpo. “Quando estou tomando banho agora, em um banheiro chique, fico tão feliz que até canto.”

Até dezembro de 2015, o Minha Casa Minha Vida Rural entregou em torno de 3 mil casas a famílias de descendentes de quilombolas de um total de quase 12 mil já contratadas em todas as regiões do Brasil para este público. Segundo o Ministério das Cidades, mais de 12 mil descendentes de quilombolas foram beneficiados com as moradias do programa.

 Minha Casa Minha Vida Rural

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Caixa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Criança Feliz
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Programa Criança Feliz
Programa Criança Feliz
Locais oferecem apoio a brasileiros em situação de risco, com serviços relacionados a concessões de benefícios sociais, auxílio psicológico e diversas atividades
Brasil tem mais de 8,2 mil Centros de Referência de Assistência Social
Os CEUs contam com atividades educativas e culturais, além permitir acesso a programas sociais dos municípios e do governo federal
Em 2017, 70 Centros de Arte e Esporte serão inagurados

Últimas imagens

Semana de Conciliação implementa medidas que proporcionem maior rapidez aos processos
Semana de Conciliação implementa medidas que proporcionem maior rapidez aos processos
Divulgação/Tribunal de Justiça do Amazonas
Legislação garante direitos humanos e combate a xenofobia
Legislação garante direitos humanos e combate a xenofobia
Arquivo/Agência Brasil
Nenhuma norma anterior à nova lei tratava da proteção aos apátridas, asilados e brasileiros no exterior
Nenhuma norma anterior à nova lei tratava da proteção aos apátridas, asilados e brasileiros no exterior
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Antes, a única forma de resolver essa situação era procurar a justiça para iniciar o processo legal
Antes, a única forma de resolver essa situação era procurar a justiça para iniciar o processo legal
Foto: Meneguini/Governo do Mato Grosso

Governo digital