Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 11 > Clientes podem solucionar problemas da Black Friday no Consumidor.gov.br

Cidadania e Justiça

Clientes podem solucionar problemas da Black Friday no Consumidor.gov.br

Consumidor

O serviço promove comunicação direta entre consumidores e fornecedores de produtos e serviços via internet
por Portal Brasil publicado: 28/11/2016 19h22 última modificação: 29/11/2016 09h27

O brasileiro tem à disposição a plataforma Consumidor.gov.br para solucionar conflitos de consumo que tenham ocorrido na Black Friday.

O objetivo do serviço da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJC) é promover uma comunicação direta entre consumidores e fornecedores de produtos e serviços via internet.

O sistema possui atualmente 352 empresas cadastradas de diversos segmentos como bancos, telecomunicações, varejo e indústria. Alcança um índice de solução de 80% dos casos registrados num prazo médio de 7 dias. 

O Consumidor.gov.br propõe a resolução alternativa de conflitos de consumo, a partir da ação integrada entre a Senacon, Procons, Ministérios Públicos, Defensorias Públicas, Tribunais de Justiça e empresas participantes.

Reclamações

Para registrar a sua demanda na plataforma, o consumidor deve, inicialmente, verificar se a empresa contra a qual quer reclamar está cadastrada na plataforma. Para conhecer essa lista, acesse Empresas Participantes.

Em seguida, o cidadão registra a sua reclamação no portal e, a partir daí, inicia-se a contagem do prazo para manifestação da empresa. Ela tem o compromisso de responder às reclamações em até dez dias. Durante esse prazo, o empreendimento tem a oportunidade de interagir com o consumidor antes da postagem de sua resposta final.

Após a manifestação da empresa, é garantida ao consumidor a chance de comentar a resposta recebida, classificar a demanda como Resolvida ou Não Resolvida, e ainda indicar o grau de satisfação com o atendimento prestado. O consumidor possui um prazo de 20 dias a contar da resposta do fornecedor para realizar sua avaliação.

A participação das empresas é voluntária e só permitida àquelas que aderem formalmente ao serviço, mediante assinatura de termo no qual se comprometem a conhecer, analisar e investir todos os esforços disponíveis para a solução dos problemas apresentados.

Os registros realizados pelos consumidores geram uma base de dados pública que disponibiliza à sociedade informações relevantes sobre empresas, assuntos e problemas demandados na plataforma.

As informações alimentam indicadores que são divulgados no site, bem como estão à disposição de qualquer interessado, independentemente de solicitação, em formato aberto, em conformidade com diretrizes de acesso à informação e transparência ativa.

Fonte: Ministério da Cidadania e Justiça (MJC)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil lança campanha contra a exploração de crianças e adolescentes
O Ministério do Turismo lançou uma campanha de combate à violência contra crianças e adolescentes no Carnaval. Em 2016, o Disque 100 recebeu 77.290 denúncias em todo o Brasil. Destas, 400 foram feitas durante o período
Defensores públicos vão realizar mutirão para avaliar situação jurídica de detentos
Ministério da Justiça fechou um acordo com a Defensoria Pública da União para fazer a revisão de processos de presos de cadeias públicas de vários estados
Ministro explica integração das ações do Plano Nacional de Segurança
O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, explica como ocorrerá a integração das ações do Plano Nacional de Segurança
O Ministério do Turismo lançou uma campanha de combate à violência contra crianças e adolescentes no Carnaval. Em 2016, o Disque 100 recebeu 77.290 denúncias em todo o Brasil. Destas, 400 foram feitas durante o período
Brasil lança campanha contra a exploração de crianças e adolescentes
Ministério da Justiça fechou um acordo com a Defensoria Pública da União para fazer a revisão de processos de presos de cadeias públicas de vários estados
Defensores públicos vão realizar mutirão para avaliar situação jurídica de detentos
O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, explica como ocorrerá a integração das ações do Plano Nacional de Segurança
Ministro explica integração das ações do Plano Nacional de Segurança

Últimas imagens

Para ser beneficiado, o morador não poderá ser proprietário de outro imóvel urbano ou rural
Para ser beneficiado, o morador não poderá ser proprietário de outro imóvel urbano ou rural
Fernando Frazão/Agência Brasil
Foram discutidas alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente referentes ao direito à convivência familiar
Foram discutidas alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente referentes ao direito à convivência familiar
Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo (PA)
Para saber quando sacar o dinheiro, a família deve observar o último dígito do número impresso no cartão
Para saber quando sacar o dinheiro, a família deve observar o último dígito do número impresso no cartão
Foto: Gov. Espírito Santo
O #Tamojunto é um programa para estudantes de 13 e 14 anos
O #Tamojunto é um programa para estudantes de 13 e 14 anos
Divulgação/Governo do Rio Grande do Norte
O Código de Defesa do Consumidor determina que a troca deve ser feita a qualquer momento e de forma gratuita
O Código de Defesa do Consumidor determina que a troca deve ser feita a qualquer momento e de forma gratuita
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Governo digital