Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2016 > 11 > Comportamento machista não está associado apenas aos homens

Cidadania e Justiça

Comportamento machista não está associado apenas aos homens

Igualdade de Gênero

Seja em conversa com as amigas, na criação do filho ou da filha e, até mesmo, no relacionamento afetivo, o machismo acontece nas pequenas atitudes
por Portal Brasil publicado: 28/11/2016 19h25 última modificação: 29/11/2016 11h01
Foto: Cecília Bastos/USP Imagens Muitas vezes, as próprias mulheres têm atitudes que levam ao preconceito e ao reforço da cultura machista

Muitas vezes, as próprias mulheres têm atitudes que levam ao preconceito e ao reforço da cultura machista

Nem sempre o machismo está associado apenas ao comportamento dos homens com relação às mulheres. Muitas vezes, as próprias mulheres têm atitudes que levam ao preconceito e ao reforço da cultura machista. Embora elas venham ocupando cada vez mais espaço na sociedade brasileira a partir do combate à desigualdade de gênero, ainda é normal observar preconceito e machismo vindo das mulheres. 

Seja com as amigas, na criação do filho ou da filha e, até mesmo, no relacionamento afetivo. Muitas vezes esse comportamento passa despercebido e acontece naturalmente por uma questão cultural da sociedade. Como identificar comentários machistas entre as mulheres? Confira alguns exemplos com o objetivo de refletir sobre atitudes consideradas normais para algumas pessoas, mas que, na verdade, são atitudes machistas: 

1- Amiga, se você “ficar” com o cara de primeira, ele não vai te valorizar. Tem de se fazer de difícil.

2- Como assim você não quer ter filhos? Nós mulheres já nascemos com o dom de cuidar da família.

3- Nossa colega do trabalho nem ganha tão bem para comprar aquela bolsa. Certeza que tem algum homem bancando.

4- Se você evitar seu marido, ele vai procurar outra na rua.

5- Coitada da nossa amiga, está solteira. Vamos torcer para ela achar alguém e se casar logo. 

6- Amiga, passe batom até para ir à padaria. O príncipe encantado pode estar em qualquer lugar.

7- Aquelas mulheres saem para a balada todos os fins de semana. Se eu andar com elas, vão achar que sou fácil.

8- Fulana só sai de tênis, mulher tem de ser mais delicada.


 Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo reativa plano Juventude Viva
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência, com foco prioritário na juventude negra
Governo reativa plano Juventude Viva
O documento garante meia-entrada em eventos, gratuidade no Enem e descontos em passagens de ônibus, trem e balsas
ID Jovem garante benefícios para pessoas de baixa renda
A Identidade Jovem oferece benefícios para pessoas de 15 a 19 anos com renda de até dois salários mínimos
Brasilienses de baixa renda recebem carteirinha do ID Jovem

Últimas imagens

O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação
Foto: Ana Nascimento/MDS
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Além da declaração de nascido vivo, pais devem apresentar os documentos pessoais, como RG e CPF
Divulgação/Prefeitura de Barreiras (BA)
Estado de São Paulo recebeu seis veículos, um imóvel e 22 veículos para diferentes prefeituras
Estado de São Paulo recebeu seis veículos, um imóvel e 22 veículos para diferentes prefeituras
Arquivo/Prefeitura de Silva Jardim (RJ)
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Participação do pai no parto tranquiliza a mulher e ajuda aliviar a dor
Divulgação/Ministério da Saúde
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Servidor deve solicitar o benefício em até dois dias úteis após o nascimento
Gabriel Jabur/Agência Brasília

Governo digital