Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2017 > 04 > Ministério resgata 31 trabalhadores em condição análoga à de escravidão

Cidadania e Justiça

Ministério resgata 31 trabalhadores em condição análoga à de escravidão

Direitos humanos

Ação ocorreu no Mato Grosso e foi a maior no estado desde 2009, quando 78 trabalhadores foram liberados em uma só operação
por Portal Brasil publicado: 07/04/2017 16h18 última modificação: 07/04/2017 16h28

O Ministério do Trabalho resgatou 31 trabalhadores mantidos em condição análoga à de escravidão no município de Nova Maringá, no Mato Grosso. As vítimas haviam sido recrutadas por um sindicato de trabalhadores, sob o regime da chamada “lei do avulso”, e trabalhavam para uma multinacional chinesa que armazena alimentos.

A operação foi a maior no estado desde 2009. Naquele ano, 78 trabalhadores foram resgatados em uma só propriedade em Sapozal (MT). Em Nova Maringá, a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Mato Grosso, Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Gerência de Operações Especiais (GOE) trabalharam na operação entre 11 de março e 5 de abril.

O chefe da Inspeção do Trabalho do Ministério do Trabalho no Mato Grosso, Eduardo de Souza Maria, conta que os trabalhadores faziam o manejo de soja no momento do resgate. As atividades consistiam em descarregar os caminhões, colocar os grãos em armazéns e cuidar da limpeza no local.

Eles executavam as tarefas por até 16 horas seguidas – muitas vezes, sem intervalo de almoço – e não tinham descanso semanal remunerado. O pagamento pelo serviço ficava abaixo do combinado. “Eles tinham um acordo para receber conforme a produtividade, mas o pagamento nunca correspondia à produção. Quem reclamava recebia ameaças de demissão e até de violência”, relata o chefe da inspeção.

Muitos desses trabalhadores eram de outras cidades e estados e todos dormiam nos alojamentos da empresa. Os fiscais do Ministério do Trabalho constataram que esses locais eram inadequados e insalubres e a alimentação, de má qualidade. Havia restrição à locomoção, casos de assédio moral, falta de comunicação de acidente de trabalho e aliciamento de pessoas.

Lei do avulso

A Lei nº 12.023 de 2009 permite a contratação para atividades periódicas, como carga e descarga de navios ou a colheita de produtos agrícolas. No entanto, o contrato firmado entre o sindicato e a empresa foi considerado nulo.

“Não houve assembleia da categoria para definir valores de salários ou instrumento coletivo regulando as atividades”, conta o chefe da inspeção. O acordo coletivo, que deveria ter sido aprovado em assembleia, foi assinado só entre o sindicato e a indústria, sem ser protocolado e validade no Ministério do Trabalho.

A empresa recebeu 26 autos de infração, com multas, podem chegar a R$ 122 mil. Os trabalhadores resgatados já tiveram regularizados os salários, que haviam sido pagos incorretamente (incluídas as diferenças por produtividade), mais um mês de aviso prévio, férias e 13º salário proporcionais aos dias trabalhados e ao aviso prévio.

Também foram recolhidos o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a multa rescisória, bem como as contribuições previdenciárias.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

CEUs são espaços importantes para o desenvolvimento de crianças e jovens
Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs) são espaços importantes para o desenvolvimento de crianças e jovens. O espaço conta com práticas de música, dança, leitura, capoeira, artesanato, informática, vôlei, futebol e skate
Edital aberto para seleção do Conselho Gestor do Viva Voluntário
Governo publica edital para seleção do Conselho Gestor do Viva Voluntário. O programa foi lançado em agosto com objetivo de promover o voluntariado nos diferentes níveis da sociedade organizada
China visita Brasil para conhecer programa Criança Feliz
Delegação chinesa está no Brasil para conhecer programa voltado à primeira infância
Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs) são espaços importantes para o desenvolvimento de crianças e jovens. O espaço conta com práticas de música, dança, leitura, capoeira, artesanato, informática, vôlei, futebol e skate
CEUs são espaços importantes para o desenvolvimento de crianças e jovens
Governo publica edital para seleção do Conselho Gestor do Viva Voluntário. O programa foi lançado em agosto com objetivo de promover o voluntariado nos diferentes níveis da sociedade organizada
Edital aberto para seleção do Conselho Gestor do Viva Voluntário
Delegação chinesa está no Brasil para conhecer  programa voltado à primeira infância
China visita Brasil para conhecer programa Criança Feliz

Últimas imagens

Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Inscrições para o programa foram prorrogadas até 3 de novembro. Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter mais de 15 anos
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Medida também vale para outros débitos relacionados ao veículo. Antes, apenas donos de veículos registrados no exterior contavam com esse recurso
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Verduras, legumes, frutas, carne de frango resfriada, bolachas, pães e doces serão comprados dos produtores e doados à rede socioassistencial no estado
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Governos vão elaborar, no prazo de um ano, plano para garantir o acesso regular e permanente das populações a alimentos de qualidade
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Governo digital