Cidadania e Justiça

Assistência social

Governo dobra o valor do Bolsa Família no Rio de Janeiro

Medida é temporária e vale para famílias com jovens entre 12 e 29 anos que estejam em atividades no contraturno da escola
publicado: 14/08/2017 11h27, última modificação: 23/12/2017 10h32
Bolsa Família será o dobro para lares com jovens no Rio de Janeiro

O governo federal estima que 50 mil jovens sejam beneficiados com a ação - Foto: Foto: Ana Nascimento/MDS

Lares com jovens entre 12 e 29 anos, no Rio de Janeiro, inscritos no Bolsa Família receberão o dobro do valor do benefício, desde que os jovens estejam em atividades no contraturno dos estudos. A medida é temporária e tem o objetivo de amenizar os efeitos da crise enfrentada pelo estado.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, serão oferecidas aos jovens capacitação em informática por meio de parcerias com empresas de tecnologia da informação, além de atividades esportivas, cursos de qualificação profissional, inclusão digital e incentivo ao empreendedorismo.

Inicialmente, serão atendidos os complexos do Alemão, Penha, Lins, Chapadão e Maré, Cidade de Deus e Vila Kennedy. A estimativa é que 50 mil jovens serão beneficiados com a ação.

Terra afirmou que o Plano de Segurança do Rio de Janeiro visa devolver a cidadania aos habitantes de zonas dominadas pelo crime organizado no Rio de Janeiro e na região metropolitana. A partir das pacificações, o objetivo é encontrar as famílias mais vulneráveis e as inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo do Brasil.

“É necessário retomar rapidamente o acesso ao Cadastro Único, que está prejudicado pela violência. Precisamos cadastrar os jovens e conduzi-los aos programas que serão oferecidos. Vamos mostrar que há um mundo possível para que eles não fiquem prisioneiros do crime organizado”, disse o ministro.

São também planejadas pela iniciativa atividades esportivas em 27 unidades das Forças Armadas no Rio, utilizando vilas olímpicas, o Parque Olímpico e centros de treinamento de times de futebol. A ação é uma ampliação do Programa Forças no Esporte, dos ministérios da Defesa, do Desenvolvimento Social e do Esporte, que atende mais de 20 mil crianças em todo o Brasil.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MDS
error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems