Você está aqui: Página Inicial > Cidadania e Justiça > 2018 > 01 > Programas de fidelidade receberam o dobro de reclamações em 2017

Cidadania e Justiça

Programas de fidelidade receberam o dobro de reclamações em 2017

Consumidor

De adesão voluntária, programas asseguram benefícios aos adeptos por meio do acúmulo de pontos, milhagens e outras modalidades
publicado: 20/01/2018 11h18 última modificação: 20/01/2018 14h19

Divulgação/Governo do Ceará

Aeroporto

Dados da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJ) mostram que as demandas do consumidor em relação a programas de fidelidade, como programas de milhagem e outras pontuações, quase dobraram em 2017. Foram 6.621 reclamações apresentadas à plataforma eletrônica Consumidor.gov.br em 2017, contra 3.428 em 2016, crescimento de 93,14%.

Informações disponíveis na plataforma indicam que o principal problema sobre o tema é “oferta não cumprida, serviço não fornecido, venda e publicidade enganosos”.  Já o segundo item mais reclamado pelo consumidor em relação ao assunto é a “não entrega, demora na entrega do produto” ou benefício. 

As principais dicas para quem busca participar de um programa de fidelidade são: ler atentamente as regras previstas no contrato; exigir que os benefícios estejam previstos por escrito no contrato; guardar as informações recebidas do patrocinador, como e-mails, folhetos ou correspondências do programa e estar atento às alterações das regras. Caso não consiga resolver o problema com a empresa, procure um órgão de defesa do consumidor ou registre uma reclamação na plataforma Consumidor.gov.br.

Fonte: Ministério da Justiça 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil