Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2010 > 10 > Pesquisadores brasileiros preparam 2ª expedição à Antártica

Ciência e Tecnologia

Pesquisadores brasileiros preparam 2ª expedição à Antártica

por Portal Brasil publicado: 14/10/2010 18h04 última modificação: 28/07/2014 09h13
Divulgação/MCT

Pesquisadores do Centro Polar e Climático da Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) preparam uma segunda expedição em direção ao interior da Antártica. A viagem está marcada para o início de novembro de 2011e deve durar dois meses. Ao todo, 15 pesquisadores instalarão uma central de monitoramento (posto avançado) a 500 quilômetros do Pólo Sul Geográfico e a 2,5 mil quilômetros da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).

Segundo o pesquisador da UFRGS Jefferson Simões, líder da primeira expedição que repete o cargo nesta nova missão, a intenção do projeto é monitorar as influências dos poluentes da América do Sul na Antártica. “Pretendemos monitorar a composição do ar no continente gelado. Mais precisamente, a proposta é identificar se há sinais de poluentes e queimadas da América do Sul lá”, explicou.

As duas equipes responsáveis pela missão já estão em treinamento e preparam o material necessário para a expedição. De acordo com Simões, a viagem é resultado dos esforços de várias instituições na criação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia da Criosfera. Segundo o pesquisador, uma viagem desse porte não sai por menos de R$ 500 mil.

Fonte:
Ministério da Ciência e Tecnologia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Lei Geral de Telecomunicações precisa ser renovada, diz secretário
O novo secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges, espera contribuir para a atualização das regras do setor
O papel da ciência na formação de uma sociedade sustentável
o programa Conexão Ciência entrevista o pesquisador Judson Valentim, da Embrapa Acre
Ciência ganha com as Comunicações, defende ministro
Existe uma sinergia entre as ações e programas dos dois ministérios, defende o ministro Gilberto Kassab
O novo secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges, espera contribuir para a atualização das regras do setor
Lei Geral de Telecomunicações precisa ser renovada, diz secretário
o programa Conexão Ciência entrevista o pesquisador Judson Valentim, da Embrapa Acre
O papel da ciência na formação de uma sociedade sustentável
Existe uma sinergia entre as ações e programas dos dois ministérios, defende o ministro Gilberto Kassab
Ciência ganha com as Comunicações, defende ministro

Últimas imagens

Competição tem impulsionado o ensino e a pesquisa na área das ciências exatas no País
Competição tem impulsionado o ensino e a pesquisa na área das ciências exatas no País
Foto: Peter Rosbjerg/ Creative Commons
Depois do evento, a página vai servir como memória digital dos Jogos
Depois do evento, a página vai servir como memória digital dos Jogos
Divulgação/Impa
Grupo discute consequências de infecções transmitidas pelo mosquito, como microcefalia
Grupo discute consequências de infecções transmitidas pelo mosquito, como microcefalia
Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas
Aplicações envolvem transmissão de dados de pesquisa no coração da floresta amazônica e inclusão digital de comunidades ribeirinhas
Aplicações envolvem transmissão de dados de pesquisa no coração da floresta amazônica e inclusão digital de comunidades ribeirinhas
Foto: Instituto Mamirauá/divulgação
Popa faz parte de Programa de Desenvolvimento de Submarinos que prevê ainda a construção do submarino brasileiro de propulsão nuclear
Popa faz parte de Programa de Desenvolvimento de Submarinos que prevê ainda a construção do submarino brasileiro de propulsão nuclear
Reprodução/Nuclebras

Governo digital