Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2010 > 10 > Portadores de necessidades especiais participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Ciência e Tecnologia

Portadores de necessidades especiais participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

por Portal Brasil publicado: 18/10/2010 11h48 última modificação: 28/07/2014 09h13
Divulgação/Casa Civil do Ceará Durante as atividades os visitantes poderão tocar no peixe-boi e comparar os ossos do animal com os do próprio corpo

Durante as atividades os visitantes poderão tocar no peixe-boi e comparar os ossos do animal com os do próprio corpo

Por meio de atividades lúdicas, os participantes da 7ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia  conhecerão a biologia do peixe-boi (Trichechus inunguis) e da ariranha(Pteronura brasiliensis), animais ameaçados de extinção, conforme dados da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (UICN).

Na ocasião, serão montadas pelos amigos do peixe-boi, no Parque aquático Robin C. Best, estações do conhecimento, nas quais os visitantes poderão apreciar as peculiaridades dos animais e entender qual a importância dessas espécies para o equilíbrio do ecossistema.

O diferencial desta atividade é que nessa edição dois grupos de vinte pessoas portadoras de necessidades especiais participarão do evento. As atividades serão realizadas nestas segunda (18) e terça-feira (19).

Durante as visitas, os participantes tocarão em vários bonecos de peixe-boi de diferentes materiais (madeira, pano, etc.). Em seguida, passarão a mão em um filhote e também em uma mamadeira utilizada para alimentar os animais órfãos. Além disso, visitarão a Estação do Conhecimento sobre os ossos do peixe-boi, uma atividade interativa, na qual os estudantes poderão apreciar as peculiaridades dos animais, por meio de seus ossos, fazendo analogia do osso do peixe-boi com o seu próprio osso.


Semana de Ciência e Tecnologia

O tema de 2010 é “Ciência para o Desenvolvimento Sustentável” e tem por símbolo a sumaúma ou samaúma, árvore de grande porte da Amazônia considerada “mãe-das-árvores” pelos indígenas. A 7ª edição da Semana tem o objetivo de mobilizar a população, em especial os jovens, a se envolver com assuntos e atividades em torno da ciência e da tecnologia. Para tanto, são utilizadas visitações em instituições de pesquisa e ensino, jornadas de iniciação científica, tendas da ciência em praças públicas, concursos, oficinas, palestras, feiras de ciências, dentre outros.


Fonte:
Ministério da Ciência e Tecnologia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

BNDES prepara fundo de R$ 200 milhões para startups
Representantes de instituições financeiras e investidores estiveram reunidos para tratar do futuro das Startups
Microalgas podem ser utilizadas para fabricação de biocombustíveis
Pesquisas da Embrapa indicam que a fabricação é possível a partir de microalgas cultivadas em resíduos agroindustriais
Temer diz que a inovação tecnológica avança na medida em que avança a confiança no país
Presidente participou de reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação
Representantes de instituições financeiras e investidores estiveram reunidos para tratar do futuro das Startups
BNDES prepara fundo de R$ 200 milhões para startups
Pesquisas da Embrapa indicam que a fabricação é possível a partir de microalgas cultivadas em resíduos agroindustriais
Microalgas podem ser utilizadas para fabricação de biocombustíveis
Presidente participou de reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação
Temer diz que a inovação tecnológica avança na medida em que avança a confiança no país

Últimas imagens

Entrega de conversores para inscritos no Bolsa Família deverá continuar por 45 dias depois do desligamento da TV analógica
Entrega de conversores para inscritos no Bolsa Família deverá continuar por 45 dias depois do desligamento da TV analógica
Arquivo/Agência Brasil
Combustível foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)
Combustível foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)
Divulgação/Inpe
ICTs públicas e privadas beneficiadas pelo poder público deverão prestar as informações
ICTs públicas e privadas beneficiadas pelo poder público deverão prestar as informações
Divulgação/Governo de São Paulo
O satélite CBERS-4 tem quatro câmeras de geração de imagens
O satélite CBERS-4 tem quatro câmeras de geração de imagens
Divulgação/Inpe
Satélite foi totalmente construído no Brasil com apoio da AEB
Satélite foi totalmente construído no Brasil com apoio da AEB
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital