Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2010 > 10 > Portadores de necessidades especiais participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Ciência e Tecnologia

Portadores de necessidades especiais participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

por Portal Brasil publicado: 18/10/2010 11h48 última modificação: 28/07/2014 09h13
Divulgação/Casa Civil do Ceará Durante as atividades os visitantes poderão tocar no peixe-boi e comparar os ossos do animal com os do próprio corpo

Durante as atividades os visitantes poderão tocar no peixe-boi e comparar os ossos do animal com os do próprio corpo

Por meio de atividades lúdicas, os participantes da 7ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia  conhecerão a biologia do peixe-boi (Trichechus inunguis) e da ariranha(Pteronura brasiliensis), animais ameaçados de extinção, conforme dados da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (UICN).

Na ocasião, serão montadas pelos amigos do peixe-boi, no Parque aquático Robin C. Best, estações do conhecimento, nas quais os visitantes poderão apreciar as peculiaridades dos animais e entender qual a importância dessas espécies para o equilíbrio do ecossistema.

O diferencial desta atividade é que nessa edição dois grupos de vinte pessoas portadoras de necessidades especiais participarão do evento. As atividades serão realizadas nestas segunda (18) e terça-feira (19).

Durante as visitas, os participantes tocarão em vários bonecos de peixe-boi de diferentes materiais (madeira, pano, etc.). Em seguida, passarão a mão em um filhote e também em uma mamadeira utilizada para alimentar os animais órfãos. Além disso, visitarão a Estação do Conhecimento sobre os ossos do peixe-boi, uma atividade interativa, na qual os estudantes poderão apreciar as peculiaridades dos animais, por meio de seus ossos, fazendo analogia do osso do peixe-boi com o seu próprio osso.


Semana de Ciência e Tecnologia

O tema de 2010 é “Ciência para o Desenvolvimento Sustentável” e tem por símbolo a sumaúma ou samaúma, árvore de grande porte da Amazônia considerada “mãe-das-árvores” pelos indígenas. A 7ª edição da Semana tem o objetivo de mobilizar a população, em especial os jovens, a se envolver com assuntos e atividades em torno da ciência e da tecnologia. Para tanto, são utilizadas visitações em instituições de pesquisa e ensino, jornadas de iniciação científica, tendas da ciência em praças públicas, concursos, oficinas, palestras, feiras de ciências, dentre outros.


Fonte:
Ministério da Ciência e Tecnologia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Banco Internacional de Objetos Educacionais ajuda professores a disseminar conhecimento
Banco Internacional de Objetos Educacionais ajuda professores a disseminar conhecimento
Arquivo/Agência Brasil
Em nove anos, Brasil já ganhou 45 medalhas
Em nove anos, Brasil já ganhou 45 medalhas
Arquivo/Agência Brasil
Mais de 60 mil pessoas já baixaram o aplicativo para receber alertas de chuvas
Mais de 60 mil pessoas já baixaram o aplicativo para receber alertas de chuvas
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital