Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2011 > 11 > Leilões de joias da Caixa terão exposição das peças pela internet

Ciência e Tecnologia

Leilões de joias da Caixa terão exposição das peças pela internet

por Portal Brasil publicado: 03/11/2011 15h26 última modificação: 28/07/2014 14h52

A Caixa Econômica Federal vai expandir, em novembro, o novo modelo de leilões virtuais para mais três capitais: Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), além de realizar um novo leilão em Porto Alegre (RS). Para dezembro, já está prevista a expansão desse modelo a mais três capitais: Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Vitória (ES).

Os interessados em participar dos leilões de joias da Caixa podem consultar os lotes no site da instituição. Nessa página é possível, não só conferir as imagens dos lotes de joias, como também ver detalhes ampliados das fotos por meio do recurso de zoom, além de visualizá-los frente e verso. Além disso, os clientes agora podem capturar o catálogo atualizado diariamente.

Com 150 anos de existência, o Penhor da Caixa é uma linha de crédito popular, por suas características de facilidade de acesso, rapidez e simplicidade. Para contratar o empréstimo não é necessário avalista, já que a joia é a garantia do crédito. E o dinheiro é liberado na hora.

Prioridade para os titulares

Os titulares dos contratos de penhor, incluídos nos leilões, podem regularizá-los em qualquer agência da Caixa, por meio de equipamentos disponíveis nas salas de autoatendimento, durante o expediente bancário, até o dia dos lances, e verificar na página da Vitrine de Joias sua retirada do leilão.

Assim, somente os lotes não regularizados são mantidos na Vitrine, e os interessados sabem exatamente para quais lotes ainda podem oferecer lances, diferentemente do modelo antigo, no qual somente ao visitar o local de exposição o cliente obtinha a informação de quais lotes ainda estavam à venda.

Para dar um lance, basta o interessado se cadastrar em qualquer agência de Penhor da Caixa e registrar sua oferta nos terminais eletrônicos do banco, em todo o País. Nesse novo modelo, os clientes só se deslocam até as cidades e os locais de entrega dos lotes para receber suas joias, se obtiverem sucesso nos seus lances.

Vitrine de Jóias

A Vitrine de Joias Caixa veio modernizar o processo de leilão de joias, que até agosto deste ano era realizado, exclusivamente, com a exposição física dos lotes nos locais específicos das diversas regiões do Brasil. Com esse novo modelo, a Caixa oferece maior conforto, comodidade e segurança, além de expandir o acesso às imagens a qualquer pessoa, cliente ou não, pela simples navegação no sítio do banco.

A Vitrine já foi testada em Porto Alegre (RS), em setembro. A satisfação dos clientes e o sucesso da ação puderam ser mensurados pelos resultados obtidos, que registraram renovação em 70% dos lotes marcados para leilão e garantiram a venda de 99% dos lotes restantes, além da manifestação expressa de aprovação pelos clientes habituais desse produto, no momento da entrega dos lotes arrematados.

Para o vice-presidente de Logística e Retaguarda da Caixa, Paulo Roberto dos Santos, a venda de joias do penhor, pela internet, representa um aperfeiçoamento histórico do processo de vendas do produto. “A Internet possibilita a universalização do acesso, com modernidade e praticidade para o cliente”, observa Paulo Roberto.


Fonte:
Caixa Econômica Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Embrapa pesquisa melhoramento genético da batata
Para falar sobre o assunto, o programa Conexão Ciência entrevistou o pesquisador da Embrapa, Arione Pereira
Banco genético da Embrapa recebe coleção de batatas peruanas
Local abriga coleções de plantas, animais e microrganismos mantidas por instituições parceiras do Brasil e de outros países
Jovem brasileiro se prepara para viagem ao espaço
Treinamento de Pedro Nehme, o primeiro brasileiro civil a ir ao espaço, já começou. Voo suborbital está previsto para o fim do ano
Para falar sobre o assunto, o programa Conexão Ciência entrevistou o pesquisador da Embrapa, Arione Pereira
Embrapa pesquisa melhoramento genético da batata
Local abriga coleções de plantas, animais e microrganismos mantidas por instituições parceiras do Brasil e de outros países
Banco genético da Embrapa recebe coleção de batatas peruanas
Treinamento de Pedro Nehme, o primeiro brasileiro civil a ir ao espaço, já começou. Voo suborbital está previsto para o fim do ano
Jovem brasileiro se prepara para viagem ao espaço

Últimas imagens

MAST é resultado do esforço de um grupo de cientistas que aspiravam um espaço dedicado à memória e difusão da ciência brasileira
MAST é resultado do esforço de um grupo de cientistas que aspiravam um espaço dedicado à memória e difusão da ciência brasileira
Divulgação/Mast
Iniciativa do governo irlandês tem como objetivo promover pesquisa a colaborativa entre os dois países
Iniciativa do governo irlandês tem como objetivo promover pesquisa a colaborativa entre os dois países
Divulgação/CNPq
Material integra o projeto de difusão do conhecimento gerado pelas pesquisas realizadas nos seis anos de vigência da entidade
Material integra o projeto de difusão do conhecimento gerado pelas pesquisas realizadas nos seis anos de vigência da entidade
Divulgação/INCT
Operação marcou o décimo quinto lançamento do VSB-30 realizados no Brasil ou na Europa
Operação marcou o décimo quinto lançamento do VSB-30 realizados no Brasil ou na Europa
Divulgação/AEB
Chefe da ESA disse existir um grande número de satélites em órbita, que não são dotados propulsores e que estão abandonados há 25 anos
Chefe da ESA disse existir um grande número de satélites em órbita, que não são dotados propulsores e que estão abandonados há 25 anos
Divulgação/AEB

Governo digital