Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2013 > 10 > Brasil e Argentina fazem acordo para cooperação em TI

Cidadania e Justiça

Brasil e Argentina fazem acordo para cooperação em TI

Tecnologia da Informação

A parceria prevê, entre outras iniciativas, o mapeamento das áreas de conhecimento em TI de ambos os países
por Portal Brasil publicado: 09/10/2013 18h37 última modificação: 30/07/2014 00h56

A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) e a Fundación Sadosky, instituição público-privada da Argentina, focada no incentivo ao setor de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), firmaram nesta quarta-feira (9) um acordo de cooperação.

O documento foi assinado em Buenos Aires, pelo presidente da Softex, Ruben Delgado, e pelo Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina, Lino Barañao, no Pavilhão Brasil IT+ na Tecnópolis 2013, a maior mostra científico-tecnológica da América Latina, que será realizada até novembro na capital argentina.

De acordo com o presidente da Softex, Ruben Delgado, esse acordo ocorre como parte da estratégia do governo federal, de maior cooperação e integração tecnológica do Mercosul. “Nós não entendemos a Argentina como um concorrente nesse segmento, mas como um importante parceiro, já que os países possuem muitas similaridades no setor de software e serviços de TI”, disse Delgado. “Em nossa visão, como estratégia para ampliar a competitividade global das organizações de ambos os países, negócios futuros podem e devem ser trabalhados de forma colaborativa, incluindo a prospecção de novos mercados-alvo na América Latina, na Europa e na Ásia e a atuação em novos nichos”.

A parceria prevê, entre outras iniciativas, o mapeamento das áreas de expertise em TI de ambos os países, abrangendo tanto as pesquisas na academia como nas empresas. O fomento de negócios e parcerias, o estímulo ao intercâmbio tecnológico e a realização de uma série de ações conjuntas para o desenvolvimento de recursos humanos qualificados são outras ações contempladas no acordo.

O intercâmbio de informações e de know-how, bem como o estabelecimento de parcerias entre companhias argentinas e brasileiras para o desenvolvimento de soluções e serviços conjuntos, condução de pesquisas e estímulo à inovação e até mesmo a promoção de joint-ventures também integram o acordo.

Histórico

As negociações para a assinatura do convênio tiveram início em julho, quando a Softex levou à Tecnópolis uma delegação de nove empresas de software e serviços de TI para a apresentação de suas soluções e promoveu o workshop “Una Vision da la indústria de TIC”, com o objetivo de avaliar as oportunidades de negócios nessa indústria tanto no Brasil como na Argentina.

Nos últimos anos, a Argentina vem experimentando um desenvolvimento significativo e sustentado de sua indústria de software e serviços de TI. Além disso, tem procurado responder ao desafio da crescente demanda interna e buscado inserir-se de forma mais competitiva como um player global. As exportações respondem atualmente por mais de 25% do faturamento total do setor no país vizinho.

Sobre a Softex

Desde que foi criada, em 1996, a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) é gestora do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que tem como objetivo executar atividades de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para a indústria brasileira de software e serviços de TI, pautada pelas seguintes diretrizes: disseminação e auxílio à implantação das melhores práticas em desenvolvimento de software e gestão empresarial, capacitação de recursos humanos para o setor; auxílio à obtenção de recursos financeiros junto a fontes públicas e privadas; produção e disseminação de informações qualificadas sobre e a indústria brasileira de software e serviços de TI; apoio ao empreendedorismo e à inovação; formulação de políticas de interesse do setor; e apoio à criação e ao desenvolvimento de oportunidades de negócios tanto no Brasil como no exterior.

O sistema Softex reúne mais de 2 mil empresas de todo o território nacional e é integrado por uma ampla rede formada por 20 agentes regionais que prestam apoio e orientação local às empresas em seu entorno.

As ações da Softex contam com o apoio institucional, técnico e financeiro de diversas entidades, entre as quais ABES, ABDI, Abinee, Abragames, Abvcap, Apex-Brasil, Anprotec, Assespro, BID, BNDES, Brasscom, CNI-SESI-SENAI, CNPq, Embrapa, Fenadados, Fenainfo, Finep, Frente Parlamentar de Informática, IBGE, INPI, SBC, Sebrae,  MCTI, ministérios da Cultura, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, das Relações Exteriores e do Trabalho e Emprego.

Fonte:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Finep apoia desenvolvimento da cadeira de rodas dos paratletas
Cadeiras de rodas padronizadas asseguram competitividade de atletas paralímpicos. No Brasil, a Finep apoia desenvolvimento dessas cadeiras
Aplicativo auxilia veterinários no diagnóstico de doenças em suínos
DiagSui é um aplicativo desenvolvido pela Embrapa com orientações sobre o diagnóstico laboratorial de principais doenças dos suínos
Congresso discute avanços no uso do Biodiesel no Brasil
Evento é uma oportunidade para pesquisadores brasileiros que estudam biodiesel acompanharem e enviarem trabalhos científicos
Cadeiras de rodas padronizadas asseguram competitividade de atletas paralímpicos. No Brasil, a Finep apoia desenvolvimento dessas cadeiras
Finep apoia desenvolvimento da cadeira de rodas dos paratletas
DiagSui é um aplicativo desenvolvido pela Embrapa com orientações sobre o diagnóstico laboratorial de principais doenças dos suínos
Aplicativo auxilia veterinários no diagnóstico de doenças em suínos
Evento é uma oportunidade para pesquisadores brasileiros que estudam biodiesel acompanharem e enviarem trabalhos científicos
Congresso discute avanços no uso do Biodiesel no Brasil

Últimas imagens

Além de mais chuvas, temperaturas também devem ficar acima da média
Além de mais chuvas, temperaturas também devem ficar acima da média
Fernando Frazão/ Agência Brasil
O SiBBr conta com, aproximadamente, 9 milhões de registros de ocorrências de quase 100 mil espécies brasileiras
O SiBBr conta com, aproximadamente, 9 milhões de registros de ocorrências de quase 100 mil espécies brasileiras
Divulgação/MCTIC
A FAO vai abrir um escritório na região Nordeste
A FAO vai abrir um escritório na região Nordeste
Elza Fiúza/Agência Brasil
Na segunda etapa do projeto, o Cemaden vai instalar 15 plataformas de coleta de dados
Na segunda etapa do projeto, o Cemaden vai instalar 15 plataformas de coleta de dados
Divulgação/Prefeitura do Recife (PE)
Próxima chamada para investimentos em conjunto que deve ser lançada até o fim do ano, vai escolher seis projetos nas áreas de computação em nuvem, Internet das Coisas e 5G
Próxima chamada para investimentos em conjunto que deve ser lançada até o fim do ano, vai escolher seis projetos nas áreas de computação em nuvem, Internet das Coisas e 5G
Foto: Bruno Fortuna/ Fotos Públicas

Governo digital