Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2013 > 10 > Brasil e Argentina fazem acordo para cooperação em TI

Cidadania e Justiça

Brasil e Argentina fazem acordo para cooperação em TI

Tecnologia da Informação

A parceria prevê, entre outras iniciativas, o mapeamento das áreas de conhecimento em TI de ambos os países
por Portal Brasil publicado: 09/10/2013 18h37 última modificação: 30/07/2014 00h56

A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) e a Fundación Sadosky, instituição público-privada da Argentina, focada no incentivo ao setor de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), firmaram nesta quarta-feira (9) um acordo de cooperação.

O documento foi assinado em Buenos Aires, pelo presidente da Softex, Ruben Delgado, e pelo Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina, Lino Barañao, no Pavilhão Brasil IT+ na Tecnópolis 2013, a maior mostra científico-tecnológica da América Latina, que será realizada até novembro na capital argentina.

De acordo com o presidente da Softex, Ruben Delgado, esse acordo ocorre como parte da estratégia do governo federal, de maior cooperação e integração tecnológica do Mercosul. “Nós não entendemos a Argentina como um concorrente nesse segmento, mas como um importante parceiro, já que os países possuem muitas similaridades no setor de software e serviços de TI”, disse Delgado. “Em nossa visão, como estratégia para ampliar a competitividade global das organizações de ambos os países, negócios futuros podem e devem ser trabalhados de forma colaborativa, incluindo a prospecção de novos mercados-alvo na América Latina, na Europa e na Ásia e a atuação em novos nichos”.

A parceria prevê, entre outras iniciativas, o mapeamento das áreas de expertise em TI de ambos os países, abrangendo tanto as pesquisas na academia como nas empresas. O fomento de negócios e parcerias, o estímulo ao intercâmbio tecnológico e a realização de uma série de ações conjuntas para o desenvolvimento de recursos humanos qualificados são outras ações contempladas no acordo.

O intercâmbio de informações e de know-how, bem como o estabelecimento de parcerias entre companhias argentinas e brasileiras para o desenvolvimento de soluções e serviços conjuntos, condução de pesquisas e estímulo à inovação e até mesmo a promoção de joint-ventures também integram o acordo.

Histórico

As negociações para a assinatura do convênio tiveram início em julho, quando a Softex levou à Tecnópolis uma delegação de nove empresas de software e serviços de TI para a apresentação de suas soluções e promoveu o workshop “Una Vision da la indústria de TIC”, com o objetivo de avaliar as oportunidades de negócios nessa indústria tanto no Brasil como na Argentina.

Nos últimos anos, a Argentina vem experimentando um desenvolvimento significativo e sustentado de sua indústria de software e serviços de TI. Além disso, tem procurado responder ao desafio da crescente demanda interna e buscado inserir-se de forma mais competitiva como um player global. As exportações respondem atualmente por mais de 25% do faturamento total do setor no país vizinho.

Sobre a Softex

Desde que foi criada, em 1996, a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) é gestora do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que tem como objetivo executar atividades de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para a indústria brasileira de software e serviços de TI, pautada pelas seguintes diretrizes: disseminação e auxílio à implantação das melhores práticas em desenvolvimento de software e gestão empresarial, capacitação de recursos humanos para o setor; auxílio à obtenção de recursos financeiros junto a fontes públicas e privadas; produção e disseminação de informações qualificadas sobre e a indústria brasileira de software e serviços de TI; apoio ao empreendedorismo e à inovação; formulação de políticas de interesse do setor; e apoio à criação e ao desenvolvimento de oportunidades de negócios tanto no Brasil como no exterior.

O sistema Softex reúne mais de 2 mil empresas de todo o território nacional e é integrado por uma ampla rede formada por 20 agentes regionais que prestam apoio e orientação local às empresas em seu entorno.

As ações da Softex contam com o apoio institucional, técnico e financeiro de diversas entidades, entre as quais ABES, ABDI, Abinee, Abragames, Abvcap, Apex-Brasil, Anprotec, Assespro, BID, BNDES, Brasscom, CNI-SESI-SENAI, CNPq, Embrapa, Fenadados, Fenainfo, Finep, Frente Parlamentar de Informática, IBGE, INPI, SBC, Sebrae,  MCTI, ministérios da Cultura, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, das Relações Exteriores e do Trabalho e Emprego.

Fonte:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil