Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2013 > 10 > Ciência sem Fronteiras terá bolsas para mestrado profissional

Ciência e Tecnologia

Ciência sem Fronteiras terá bolsas para mestrado profissional

Intercâmbio

Cursos terão duração de um a dois anos e se diferenciam por ser uma qualificação voltada ao mercado de trabalho
publicado: 04/10/2013 19h05 última modificação: 30/07/2014 00h56

O Programa Ciência sem Fronteiras abre uma nova modalidade de cursos de mestrado profissional. Ao contrário do mestrado acadêmico, trata-se de uma formação voltada para o mercado de trabalho. Os cursos terão duração de um a dois anos e se diferenciam por ser uma qualificação mais específica. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (4) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Serão oferecidas mil vagas em 2014 em instituições nos Estados Unidos. A publicação do edital está prevista para novembro deste ano e os bolsistas chegarão às faculdades escolhidas no segundo semestre do ano que vem, quando começa o ano letivo norte-americano. As áreas contempladas são engenharias e demais áreas tecnológicas, computação e tecnologia da informação, tecnologia aeroespacial, petróleo, gás, carvão mineral, energia, biotecnologia, nanotecnologia e novos materiais.
Na ocasião, o ministro também anunciou, para o próximo dia 14, o lançamento de um novo edital do programa com bolsas para 19 países.


Edital
Para o novo edital do Ciência sem Fronteiras, a ser lançado no dia 14 de outubro, estarão disponíveis vagas em 19 países: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Noruega, Nova Zelândia, Reino Unido e Suécia.

De julho de 2011 a setembro de 2013, o Governo Federal já concedeu 53.552 bolsas de estudos para o Ciência sem Fronteiras, programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e da tecnologia, da inovação e da competitividade brasileiras, por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.

A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação, por meio de suas respectivas instituições de fomento – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) –, e secretarias de Educação Superior e de Educação Profissional e Tecnológica do MEC.

Fonte:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Temer diz que a inovação tecnológica avança na medida em que avança a confiança no país
Presidente participou de reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação
Museu promove atividades para incentivar participação feminina na ciência
Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), no Rio de Janeiro, promove atividades para estimular a participação feminina na ciência
Acordo permitirá a construção de fábrica de semicondutores no Brasil
Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações firmou acordo com as empresas Qualcomm Incorporated e ASE.
Presidente participou de reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação
Temer diz que a inovação tecnológica avança na medida em que avança a confiança no país
Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), no Rio de Janeiro, promove atividades para estimular a participação feminina na ciência
Museu promove atividades para incentivar participação feminina na ciência
Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações firmou acordo com as empresas Qualcomm Incorporated e ASE.
Acordo permitirá a construção de fábrica de semicondutores no Brasil

Últimas imagens

O satélite CBERS-4 tem quatro câmeras de geração de imagens
O satélite CBERS-4 tem quatro câmeras de geração de imagens
Divulgação/Inpe
Satélite foi totalmente construído no Brasil com apoio da AEB
Satélite foi totalmente construído no Brasil com apoio da AEB
Arquivo/Agência Brasil
Um dos alvos dos ODS é combater mudanças climáticas
Um dos alvos dos ODS é combater mudanças climáticas
Foto: PNUMA
Os alunos que mais se destacam na competição também podem participar da Jornada Espacial, em São José dos Campos (SP)
Os alunos que mais se destacam na competição também podem participar da Jornada Espacial, em São José dos Campos (SP)
Arquivo/Agência Brasil
O Acordo de Paris estabelece a adoção de medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa
O Acordo de Paris estabelece a adoção de medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa
Divulgação/MCTIC

Governo digital