Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2013 > 11 > Brasília sedia evento sobre Física dos Plasmas

Ciência e Tecnologia

Brasília sedia evento sobre Física dos Plasmas

Inovação

Estarão em discussão o uso de novos materiais, nanotecnologia, descontaminação hospitalar e eliminação de poluentes
por Portal Brasil publicado: 21/11/2013 14h54 última modificação: 30/07/2014 00h59

O diretor de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Alberto Gurgel Veras, é um dos palestrantes do 12º Encontro Brasileiro de Física dos Plamas (EBFP), que a Sociedade Brasileira de Física (SBF) realiza na Universidade de Brasília (UnB) de 1º a 5 de dezembro.

De acordo com o professor José Leonardo Ferreira, do Laboratório de Plasmas, do Instituto de Física da UnB, além dos trabalhos científicos tradicionais “este ano daremos uma importância especial para a discussão de temas que terão grande impacto e nortearão as pesquisas na área nos próximos 20 anos”.

Saiba mais

Desta forma, estarão em discussão a aplicação dos plasmas no processamento de novos materiais, com destaque para a nanotecnologia, fenômenos não lineares, projetos de exploração espacial utilizando plasmas, além do emprego dos plasmas em novas áreas como biomateriais, descontaminação de materiais hospitalares e eliminação de poluentes.

Também consta da programação do evento uma mesa redonda para debater a formação de recursos humanos para a área de plasma com análise de estratégias para incentivar a atração de cientistas e técnicos para esse campo de estudo.

O EBFP é um evento bianual, realizado há mais de 20 anos pela SBF, e ocorre pela primeira vez em Brasília.

Fonte:

Agência Espacial Brasileira

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Arquivo/Inpa
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Divulgação/Prefeitura de Pinhão (PR)
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
Arquivo/ FAB
Planeta se encontra a 1,2 mil anos-luz da terra
Planeta se encontra a 1,2 mil anos-luz da terra
Leandro Negro/FAPESP
Governo brasileiro possui projetos em segurança digital em conjunto com os EUA
Governo brasileiro possui projetos em segurança digital em conjunto com os EUA
Marcos Santos/ USP Imagens

Governo digital