Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2013 > 12 > Idealizadores de aplicativos cidadãos são premiados

Ciência e Tecnologia

Idealizadores de aplicativos cidadãos são premiados

Desafio de Ideias

Políticos Futebol Clube, aplicativo que leva processos políticos para universo dos games, levou o primeiro lugar em concurso
por Portal Brasil publicado: 13/12/2013 16h57 última modificação: 30/07/2014 01h00

Os três vencedores do 1º Desafio de Ideias para aplicativos do Participa.br foram anunciados nesta sexta-feira (13), em Brasília, em cerimônia de premiação na 12ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social. Os ganhadores receberam smartphones e entradas para o 15º Fórum Internacional de Software Livre (Fisl 15), no ano que vem.

O aplicativo Políticos Futebol Clube foi contemplado em primeiro lugar. A ferramenta transpõe para o universo dos games (jogos eletrônicos) os processos políticos baseados nas atividades dos parlamentares da Câmara dos Deputados, de forma a aumentar o conhecimento das atividades do Legislativo por parte dos cidadãos. Cada pessoa pode criar um campeonato brasileiro, em que o jogador monta o “seu partido” (ou seu time) com deputados.

O vice-presidente executivo da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), Marcos Mandacaru, saudou a iniciativa do prêmio, que promove a abertura de canais de colaboração para a melhoria e a ampliação das possibilidades de participação social por meio da internet.

Ele destacou que aplicativos como o vencedor desta edição colaboram para direcionar melhor os investimentos do poder público, fazendo com que o governo ofereça uma gestão mais participativa e que a população conheça melhor as políticas públicas. “É um mecanismo de controle da sociedade para que ela possa conhecer melhor os políticos”, disse.

A Softex é uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip), Designada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para gerir o Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Programa Softex).

O Desafio de Ideias é promovido pela Secretaria-Geral da Presidência da República (SG-PR), por meio da Secretaria Nacional de Articulação Social (SNAS), com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Uma das metas do projeto é fortalecer uma rede de inovação em torno do Participa.br.

Para o especialista em gestão Pedro Menezes, da Secretaria de Política de Informática (Sepin) do MCTI, a iniciativa contribui para estreitar os laços entre o governo e a população. “Fomentar as iniciativas de participação social é aproximar o governo da sociedade”, disse. Entre as atribuições do ministério, Menezes falou da promoção da inclusão digital no país. “O desafio é desenvolver uma cadeia de softwares e preparar a população para formação tecnológica e o empreendedorismo, para que consigam produzir nesse setor e fortalecer o setor no País”.

Saúde e cotidiano urbano

O projeto que ficou em segundo, Auditoria Cívica na Saúde, analisará os indicadores do Programa Saúde da Família, do governo federal, notificando as autoridades sobre melhoras ou pioras. Será alimentado pela sociedade civil.

Premiado em terceiro lugar com o aplicativo Diapha, o empresário Hugo Giallanza avalia que esse reconhecimento é uma oportunidade de ser visto e ter o trabalho divulgado. “Eu vejo como uma forma de chancelar o meu produto e poder apresentá-lo para a iniciativa privada e para o governo”, afirmou.

O Diapha funciona como uma ouvidoria colaborativa. O aplicativo gratuito mapeia os problemas da comunidade levando os cidadãos a utilizarem o celular para evidenciar os problemas encontrados no dia a dia. A ferramenta gera um ranking e monitora as ações da prefeitura. “Você pode acompanhar o andamento da resolução dos problemas pelo aplicativo, se o mapa está verde significa que o problema foi resolvido e o administrador é eficiente, se estiver vermelho é porque o problema ainda não foi resolvido”, explicou.

Sobre o Participa.br

O Participa.br é um projeto de comunidades em rede para participação social. Promove escuta e diálogo entre o governo federal e a sociedade civil, desenvolvendo práticas participativas inovadoras pela internet com o objetivo de construir políticas públicas mais eficazes e efetivas.

Fonte:
Ministério de Ciência e Tecnologia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário

Últimas imagens

O próximo passo é descobrir medicamentos capazes de inibir os efeitos do zika em gestantes
O próximo passo é descobrir medicamentos capazes de inibir os efeitos do zika em gestantes
Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil
Migração é reivindicação dos radiodifusores e foi autorizada por um decreto presidencial em 2013
Migração é reivindicação dos radiodifusores e foi autorizada por um decreto presidencial em 2013
Arquivo/Agência Brasil
Revista foi criada pelo epidemiologista Oswald Cruz
Revista foi criada pelo epidemiologista Oswald Cruz
Arquivo/Agência Brasil
Transferência começa nesta quinta-feira (15)
Transferência começa nesta quinta-feira (15)
Ascom/MCTIC
A planta do parque tecnológico prevê a construção de quatro blocos principais e estruturas auxiliares
A planta do parque tecnológico prevê a construção de quatro blocos principais e estruturas auxiliares
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Governo digital