Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2014 > 02 > Kit de ciências será distribuído em escolas públicas do País

Ciência e Tecnologia

Kit de ciências será distribuído em escolas públicas do País

Popularização da ciência

Um milhão de kits devem ser entregues ainda no primeiro semestre deste ano. Astronomia está entre as disciplinas divulgadas
por Portal Brasil publicado: 07/02/2014 16h14 última modificação: 30/07/2014 01h34

A Astronomia é uma das cinco disciplinas que integram um kit de ciências, que é elaborado por um grupo de professores das universidades de São Paulo (USP), Estadual de Campinas (Unicamp) e Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para ser distribuído em todas as escolas públicas do País.

O Ministério da Educação (MEC), junto com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), foi o responsável pelo desenvolvimento de um projeto piloto que serviu como base para a elaboração dos kits. A Universidade de São Paulo (USP) ficou encarregada de viabilizar os passos seguintes do projeto, incluindo a distribuição, ainda neste primeiro semestre, de 800 mil a um milhão de kits de cinco disciplinas: Astronomia, Biologia, Física, Matemática e Química.

Além de aprimorar a formação dos docentes, aumentar o tempo de permanência na escola, melhorar a infraestrutura e equipar os estabelecimentos de ensino, o grupo responsável pelo trabalho defende a necessidade da incorporação do ensino de ciências no currículo desde os primeiros anos do ensino fundamental.

A intenção, de acordo com Vanderlei Bagnato, professor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP e porta-voz da equipe junto ao MEC, é criar uma coleção que se transforme num laboratório itinerante dentro da escola. “Com esse kit queremos que as crianças pratiquem ciência como elemento educativo”, diz ele.

Posição

Dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2012 mostram que na área de ciências o Brasil se posicionou em 59º lugar num ranking de 65 países. Só 55,3% dos estudantes brasileiros alcançaram o nível 1 de conhecimento, ou seja, são capazes de aplicar o que sabem apenas a poucas situações de seu cotidiano. Isso, segundo os professores, indica que há urgência em se melhorar a qualidade do ensino de ciências no País.

O kit de Astronomia “Explorando os céus”, criado pelos professores Beatriz Barbuy, do Instituto de Física da USP, e Moyses Nussenzveig, é composto de um telescópio simples, denominado Galileoscópio, com algumas lentes que possibilitam visualizar as fases de Vênus e as luas de Júpiter, além de observar as crateras da Lua, os anéis de Saturno, algumas constelações e estrelas duplas.

Fonte:
Agência Espacial Brasileira

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisadores desenvolvem inovação para produção de etanol
Pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos conseguem importante avanço para a produção de etanol de segunda geração
Kassab fala sobre o decreto que impulsionará a ciência no País
Durante o programa Por dentro do Governo, o ministro Gilberto Kassab falou sobre decreto que vai dar retaguarda e impulsionar a ciência no Brasil
Espírito Santo e Rio de Janeiro terão sinal analógico desligado
Com mudança, mais telespectadores terão acesso ao sinal digital, com imagem e som de melhor qualidade
Pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos conseguem importante avanço para a produção de etanol de segunda geração
Pesquisadores desenvolvem inovação para produção de etanol
Durante o programa Por dentro do Governo, o ministro Gilberto Kassab falou sobre decreto que vai dar retaguarda e impulsionar a ciência no Brasil
Kassab fala sobre o decreto que impulsionará a ciência no País
Com mudança, mais telespectadores terão acesso ao sinal digital, com imagem e som de melhor qualidade
Espírito Santo e Rio de Janeiro terão sinal analógico desligado

Governo digital