Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2014 > 05 > Pesquisa conclui testes com produtos químicos

Ciência e Tecnologia

Pesquisa conclui testes com produtos químicos

Ciência sem Fronteiras

Objetivo da pesquisa é substituir o uso de animais em testes alergênicos de produtos químicos
por Portal Brasil publicado: 16/05/2014 18h38 última modificação: 30/07/2014 01h39

A pesquisadora Vanessa de Moura Sá Rocha concluiu a pesquisa sobre uma estratégia integrada de testes alternativos ao uso de animais para avaliação de risco em cosméticos. Os estudos de pós-doutorado foram realizados na Johns Hopkins University, em Baltimore, nos Estados Unidos, por meio do programa Ciência sem fronteiras (CsF).

O objetivo da pesquisa é substituir o uso de animais em testes alergênicos de produtos químicos, desenvolvendo um estudo sobre novas estratégias de integrar diferentes resultados de modelos in vitro para avaliação de risco de novos ingredientes. Vanessa destacou a importância de desenvolver o projeto de pesquisa em uma das principais instituições em saúde pública do mundo.

Para Vanessa estudar no Johns Hopkins, instituição número um em saúde pública no mundo, foi de grande importância para sua carreira: “Sou uma pesquisadora mais preparada e qualificada depois desta vivência, e expandi minha visão de mundo. Meu desejo é contribuir de forma ainda mais relevante para a evolução das pesquisas neste tema no Brasil”. “Um pesquisador que tem a oportunidade de viver a ciência em países onde a mesma é pujante como os EUA, Alemanha e outros, terá sua vida mudada para sempre e com certeza poderá contribuir muito mais para sociedade brasileira”, analisa a pesquisadora.

Vanessa possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Uberlândia, mestrado em Patologia Experimental e Comparada pela Universidade de São Paulo e doutorado em Ciências pela Universidade de São Paulo. Foi sócia fundadora da empresa Ciallyx Laboratórios e Consultoria, onde coordenou e implementou por três anos diferentes estudos pré-clínicos de eficácia e segurança para o desenvolvimento de novos medicamentos. Em 2007 iniciou seu trabalho na empresa Natura Inovação, parceira do programa Ciência sem Fronteiras, onde coordenou por dois anos o laboratório de estudos in vitro da empresa

Atualmente, ela é cientista da área de segurança de produtos e desenvolve novos projetos em parceria com universidades, institutos de pesquisa ou empresas nacionais ou internacionais na busca de novas tecnologias na área de métodos alternativos ao uso de animais para avaliação de segurança.

Fontes:

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

CNPq

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Serão disponibilizados R$ 500 milhões para o Finep Conecta em 2017
Serão disponibilizados R$ 500 milhões para o Finep Conecta em 2017
Cristina Índio/Agência Brasil
Próximo eclipse total que terá faixa de observação no Brasil está previsto para 2041
Próximo eclipse total que terá faixa de observação no Brasil está previsto para 2041
Divulgação/MCTIC
Recursos serão distribuídos pelo CNPq
Recursos serão distribuídos pelo CNPq
Arquivo/Agência Brasil
MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
Arquivo/ Agência Brasil
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital