Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2014 > 07 > Estação russa de posicionamento global é inaugurada na UnB

Ciência e Tecnologia

Estação russa de posicionamento global é inaugurada na UnB

Cooperação espacial

Equipamento faz parte de acordo de cooperação para desenvolvimento de pesquisas na área aeroespacial
publicado: 17/07/2014 12h14 última modificação: 17/07/2014 12h15

Foi inaugurada na Universidade de Brasília (UnB) a estação óptica a laser Sazhen-TM-BIS de tecnologia russa. O equipamento faz parte do sistema Global Navigation Satellite System (Glonass), ferramenta de monitoramento terrestre via satélite similar ao norte-americano Global Positioning System (GPS). 

Instalada no Centro de Informática (CPD), do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (CDT), a estação é responsável por medir distâncias usadas para localizar posições na superfície terrestre. Sua função é melhorar os sinais que chegam ao usuário final e reduzir erros de posicionamento.

"A estação a laser monitora até 20 quilômetros de altitude", conta o diretor do CPD, professor Jorge Fernandes. "Muitos aparelhos já usam os dois sistemas, o GPS e o Glonass", destacou na inauguração da estação, nesta segunda-feira (14).

No mesmo dia, os governos de Brasil e Rússia assinaram memorando de entendimento para instalação de estação do sistema Glonass na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul, e no Instituto Tecnológico de Pernambuco (Itep), no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A estação do Glonass na UnB é a primeira fora da Rússia e foi instalada no CPD no ano passado como parte de um acordo de cooperação para desenvolvimento de pesquisas na área aeroespacial.

De acordo com o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), José Raimundo Coelho, "as estações estão sendo instaladas em ambientes universitários e nossa missão, com essas iniciativas, é, além de fazer a calibragem dos satélites Glonass, utilizar os laboratórios para desenvolver muitas outras pesquisas espaciais”.

O reitor da UnB, Ivan Camargo, acredita na expansão da iniciativa no País. “Estamos dando um passo gigantesco na área de ciência e tecnologia. Fico satisfeito, porque esse estudo vai se expandir para outros institutos brasileiros.”

Fontes:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Agência UnB

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Arquivo/Inpa
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Divulgação/Prefeitura de Pinhão (PR)
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
Arquivo/ FAB
Planeta se encontra a 1,2 mil anos-luz da terra
Planeta se encontra a 1,2 mil anos-luz da terra
Leandro Negro/FAPESP
Governo brasileiro possui projetos em segurança digital em conjunto com os EUA
Governo brasileiro possui projetos em segurança digital em conjunto com os EUA
Marcos Santos/ USP Imagens

Governo digital