Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2015 > 03 > Inpe oferece curso de introdução à Astronomia e Astrofísica

Ciência e Tecnologia

Inpe oferece curso de introdução à Astronomia e Astrofísica

Teoria espacial

Capacitação é direcionada aos professores de educação básica e graduandos em ciência exatas. Inscrições até 28 de maio
por Portal Brasil publicado: 23/03/2015 17h30 última modificação: 23/03/2015 17h30

O curso de Introdução à Astronomia e Astrofísica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) está com inscrições abertas até 28 de maio. A oportunidade é direcionada aos professores do ensino fundamental e médio da área de ciências, especialmente Física, Química, Matemática e Geografia. 

O curso, que se realiza de 20 a 24 de julho próximo, em São José dos Campos (SP), também aceita inscrição de universitários a partir do segundo ano de graduação em ciências exatas e ainda de outros profissionais que atuem diretamente com educação e divulgação científica.

Para participar é preciso preencher formulário eletrônico disponível no site do Inpe. A carga horária do curso é de 35h30 divididas em 28h30 de aulas temáticas e 7h de atividades extras.

Iniciativa da Divisão de Astrofísica do Inpe, o curso é realizado todos os anos para capacitar professores de todo o país a levar à sala de aula os principais conceitos da Astronomia, mostrando aos jovens e crianças como a ciência está presente no cotidiano.

A capacitação contribuirá com a desmistificação da ciência e do cientista, em especial da Astronomia, expondo suas finalidades e discutindo os métodos utilizados na pesquisa, além de apresentar a importância da ciência básica como principal geradora de novas ideias e tecnologias.

Astronomia no dia-a-dia, astrofísica observacional, sistema solar, estrelas, galáxias e cosmologia são alguns dos tópicos do curso, que terá oficinas e proporcionará a observação do céu com telescópio. Estão programadas 28h30 de aulas temáticas e 7h de atividades extras, com carga horária total de 35h30.

A programação completa e outras informações estão disponíveis na página da iniciativa.  

Fontes:
Portal Brasil com informações da Agência Espacial Brasileira  Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Recursos serão distribuídos pelo CNPq
Recursos serão distribuídos pelo CNPq
Arquivo/Agência Brasil
MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
Arquivo/ Agência Brasil
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Arquivo/Agência Brasil
Podem participar estudantes do ensino médio, técnico ou superior; e egressos formados há menos de três anos
Podem participar estudantes do ensino médio, técnico ou superior; e egressos formados há menos de três anos
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital