Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2015 > 03 > Inpe realiza palestra sobre programa de satélites de pequeno porte

Ciência e Tecnologia

Inpe realiza palestra sobre programa de satélites de pequeno porte

Pesquisas espaciais

Apresentação na terça (24) será ministrada pelo engenheiro Jens Eikchoff no campus do Instituto, em São José dos Campos (SP)
por Portal Brasil publicado: 23/03/2015 12h05 última modificação: 23/03/2015 12h05
Divulgação/AEB Palestra apresentará o satélite de 100 kg projetado para ser reutilizado em várias missões

Palestra apresentará o satélite de 100 kg projetado para ser reutilizado em várias missões

O engenheiro Jens Eikchoff da Airbus Defense & Space profere palestra na terça-feira (24), às 10h30, no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos (SP), sobre o programa de satélites de pequeno porte em desenvolvimento no Instituto de Sistemas Espaciais (IRS), em Stuttgart, Alemanha.

Na ocasião, Eikchoff, que também é professor honorário de Tecnologia e Operações de Sistemas de Satélite do IRS, irá apresentar o satélite de pequeno porte (100 kg) projetado para ser reutilizado em várias missões. Acesse mais informações sobre o palestrante (arquivo em .pdf). 

Também serão demonstradas tecnologias de ponta na área espacial, como computador de bordo baseado em FPGA reconfigurável, comunicação SpaceWire, além de um novo método de implementação de mecanismo para abertura de painéis solares.

A apresentação será realizada em inglês. A palestra será realizada no Auditório Fernando de Mendonça (acesso Torre A – LIT). O local conta com 200 lugares que serão preenchidos por ordem de chegada.

Mais Informações podem ser obtidas pelo e-mail

Fontes:
Agência Espacial Brasileira  
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário

Últimas imagens

As descobertas vão desde as medidas gases de efeito estufa aos efeitos dos aerossóis no balanço radiativo
As descobertas vão desde as medidas gases de efeito estufa aos efeitos dos aerossóis no balanço radiativo
Divulgação/Inpe
As recepções da TV NBR deverão ser reprogramadas para a nova sintonia: 3753 MHz
As recepções da TV NBR deverão ser reprogramadas para a nova sintonia: 3753 MHz
Arquivo/Agência Brasil
Também é possível encontrar mapas do monitoramento da vegetação para o período de 2007 a 2016
Também é possível encontrar mapas do monitoramento da vegetação para o período de 2007 a 2016
Foto: Paulo de Araújo/ MMA
Entre os meses de outubro e março, cientistas viajam ao continente gelado para realizar a coleta de fungos
Entre os meses de outubro e março, cientistas viajam ao continente gelado para realizar a coleta de fungos
Divulgação/Projeto MycoAntar
Em 20 anos, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica já superou os 8 milhões de participantes
Em 20 anos, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica já superou os 8 milhões de participantes
Divulgação/MCTIC

Governo digital