Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2015 > 03 > Livro inédito apresenta mapeamento de formigas do Alto Tietê

Ciência e Tecnologia

Livro inédito apresenta mapeamento de formigas do Alto Tietê

Pesquisa ambiental

Obra disponível para leitura on-line traz ilustrações e dados de história natural e da ecologia de mais de 200 espécies locais
por Portal Brasil publicado: 23/03/2015 17h18 última modificação: 23/03/2015 17h18

O biólogo do Museu Paraense Emílio Goeldi (Mpeg/MCTI), Rogério Rosa da Silva, integra o grupo de pesquisadores que assinam o primeiro livro brasileiro sobre a fauna de formigas na bacia hidrográfica do Alto Tietê, em São Paulo.

Resultado de expedições de coleta realizadas por mais de dez anos na região, "Formigas do Alto Tietê" apresenta ilustrações e dados relevantes de história natural e da ecologia de mais de 200 espécies

O livro completo está disponível na plataforma Issuu, onde o leitor poderá ter a experiência de folhear o livro como em qualquer biblioteca. Acesse neste link.

A obra também inclui espécies que vivem em praças, jardins e nos arredores de zonas urbanas e agrícolas. "O livro é de grande interesse para mirmecólogos [especialistas em formigas] de qualquer região por seu caráter abrangente e pelas informações que dizem respeito a toda a família Formicidae", avalia Rogério.

Mais de 12,5 mil espécies de formigas já foram registradas no mundo, porém calcula-se que esse número chegue a 22 mil. Minúsculas ao olho humano e muitas vezes à margem da nossa percepção, as formigas são essenciais para o equilíbrio natural.

Inseto encontrado aos bilhões no planeta, elas realizam a dispersão das sementes e reciclam nutrientes. Por formarem colônias elaboradas e sem costume de mudanças, os famosos formigueiros, servem também como indicadores da qualidade ambiental de uma região.

Formigas do Alto Tietê

O projeto criado em 1999, com auxílio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), teve como objetivo fazer o inventário da mirmecofauna em fragmentos de Floresta Atlântica, localizados na Serra do Itapeti.

A obra representa o resultado de muitos trabalhos de campo realizados na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê Cabeceiras, em áreas de mata e urbana, que culminaram em trabalhos científicos elaborados por alunos do curso de Graduação em Ciências Biológicas e do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

Fontes:
Portal Brasil com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Portal do Projeto Formigas do Alto Tietê

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

Em nove anos, Brasil já ganhou 45 medalhas
Em nove anos, Brasil já ganhou 45 medalhas
Arquivo/Agência Brasil
Mais de 60 mil pessoas já baixaram o aplicativo para receber alertas de chuvas
Mais de 60 mil pessoas já baixaram o aplicativo para receber alertas de chuvas
Arquivo/Agência Brasil
Ferramenta, batizada de SOS Chuva, pode ajudar população a se prevenir nos casos de eventos extremos
Ferramenta, batizada de SOS Chuva, pode ajudar população a se prevenir nos casos de eventos extremos
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste vão adotar o horário de verão em 2017/2018
Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste vão adotar o horário de verão em 2017/2018
Divulgação/Itaipu

Governo digital