Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 01 > Escola Superior de Redes já capacitou mais de 2,7 mil alunos

Ciência e Tecnologia

Escola Superior de Redes já capacitou mais de 2,7 mil alunos

Ensino e pesquisa

Unidade de serviço da entidade vinculada ao MCTI atuou em diversas cidades brasileiras e também em parcerias com instituições de outros países da América Latina e da África
por Portal Brasil publicado: 15/01/2016 20h34 última modificação: 20/01/2016 19h45
Foto: Governo de SP A unidade de serviço da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa também ministrou aulas em turmas in company em várias cidades brasileiras e até do exterior

A unidade de serviço da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa também ministrou aulas em turmas in company em várias cidades brasileiras e até do exterior

A Escola Superior de Redes (ESR) fechou o ano de 2015 com 2.743 alunos capacitados em 156 turmas espalhadas por todo o Brasil. A unidade de serviço da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP/MCTI) também ministrou aulas em turmas em várias cidades brasileiras e até do exterior, como Maputo, capital de Moçambique.

No ano passado, consolidando a parceria com a Rede Acadêmica da Colômbia (Renata), a ESR ministrou aulas do curso de Fundamentos de Governança de TI na Escola Superior da Colômbia, em Bogotá.

A unidade latina utiliza toda a metodologia e material dos cursos da área de Governança da unidade brasileira. Também foram feitas duas formações em Governança e Gestão de Serviços de TI e Gestão da Segurança da Informação, com alunos da Colômbia, da Venezuela e do México.

Perspectivas

A agenda para 2016 já foi publicada. O primeiro curso do ano será o de Planejamento e Gestão Estratégica de TI, que começará suas aulas em março, em Salvador (BA). Já estão previstas turmas em sete unidades da ESR, nas cidades de Belém (PA), Brasília (DF), Cuiabá (MT), João Pessoa (PB), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador. O calendário de Manaus será divulgado em breve. Ao longo do ano, novas turmas podem ser formadas.

Informações sobre a grade curricular, programação e investimentos podem ser encontradas no site. 

Fonte: Ministério de Ciência e Tecnologia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário

Últimas imagens

O próximo passo é descobrir medicamentos capazes de inibir os efeitos do zika em gestantes
O próximo passo é descobrir medicamentos capazes de inibir os efeitos do zika em gestantes
Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil
Migração é reivindicação dos radiodifusores e foi autorizada por um decreto presidencial em 2013
Migração é reivindicação dos radiodifusores e foi autorizada por um decreto presidencial em 2013
Arquivo/Agência Brasil
Revista foi criada pelo epidemiologista Oswald Cruz
Revista foi criada pelo epidemiologista Oswald Cruz
Arquivo/Agência Brasil
Transferência começa nesta quinta-feira (15)
Transferência começa nesta quinta-feira (15)
Ascom/MCTIC
A planta do parque tecnológico prevê a construção de quatro blocos principais e estruturas auxiliares
A planta do parque tecnológico prevê a construção de quatro blocos principais e estruturas auxiliares
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Governo digital