Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 01 > Projetos de inovação terão R$ 4 bi em 2016

Cidadania e Justiça

Projetos de inovação terão R$ 4 bi em 2016

Finep

Os recursos impulsionarão projetos em áreas consideradas estratégicas, como fármacos, equipamentos médicos, energia, defesa e sustentabilidade
por Portal Brasil publicado: 05/01/2016 14h00 última modificação: 05/01/2016 14h57

O governo federal destinará R$ 4 bilhões em 2016 para financiar projetos de inovação de empresas brasileiras. O crédito será distribuído via Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O volume de recursos foi obtido graças a uma operação firmada entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Fazenda e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito do Programa de Sustentação do Investimento (PSI).  

Com isso, a Finep recompõe a sua disponibilidade de recursos, tanto para novos projetos quanto para os já contratados. O montante será aplicado em áreas consideradas estratégicas, como fármacos, equipamentos médicos, energia, defesa e sustentabilidade.

Sobre o PSI

Voltado ao crédito subsidiado para empresas, o Programa de Sustentação de Investimento (PSI) foi criado em 2009 com o objetivo de estimular a produção, aquisição e exportação de bens de capital e a inovação tecnológica. O programa é operado por meio de repasses do BNDES e passou, a partir de 2011, a ser utilizado também pela Finep (única responsável por operações de financiamento a planos de negócios em inovação).

Fonte: Portal Brasil, com informações da Finep

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Lei Geral de Comunicações estimula investimentos em banda larga
A alteração da LGT foi aprovada no Senado em janeiro deste ano. Com a medida, será possível aumentar a segurança jurídica dos envolvidos na prestação de serviços de telecomunicação do País
Migração das rádios AM para FM melhora a qualidade da radiodifusão no País
A mudança é uma reivindicação das emissoras AM, que sofrem com a perda de qualidade do sinal, de audiência e de faturamento
Satélite Geoestacionário vai garantir comunicação segura ao governo
O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC)será utilizado para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no País, especialmente nas áreas remotas
A alteração da LGT foi aprovada no Senado em janeiro deste ano. Com a medida, será possível aumentar a segurança jurídica dos envolvidos na prestação de serviços de telecomunicação do País
Lei Geral de Comunicações estimula investimentos em banda larga
A mudança é uma reivindicação das emissoras AM, que sofrem com a perda de qualidade do sinal, de audiência e de faturamento
Migração das rádios AM para FM melhora a qualidade da radiodifusão no País
O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC)será utilizado para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no País, especialmente nas áreas remotas
Satélite Geoestacionário vai garantir comunicação segura ao governo

Últimas imagens

Foram distribuídos, nas 14 cidades, 523 mil kits com conversor
Foram distribuídos, nas 14 cidades, 523 mil kits com conversor
Divulgação/MCTIC
Mudança é reivindicação de emissoras AM, que sofrem com perda de qualidade do sinal e audiência
Mudança é reivindicação de emissoras AM, que sofrem com perda de qualidade do sinal e audiência
Arquivo/Mctic
Laboratório-Fábrica LABelectron, da Certi, desenvolve tecnologias de manufatura de placas eletrônicas
Laboratório-Fábrica LABelectron, da Certi, desenvolve tecnologias de manufatura de placas eletrônicas
Divulgação/Certi
Meta do programa é instalar 7,8 mil km de cabos de fibra ótica subaquática e ligar Manaus a 52 municípios
Meta do programa é instalar 7,8 mil km de cabos de fibra ótica subaquática e ligar Manaus a 52 municípios
Capacitação reforça o papel do Brasil como líder mundial em tecnologias para controle do desmatamento
Capacitação reforça o papel do Brasil como líder mundial em tecnologias para controle do desmatamento
Divulgação/EBC

Governo digital