Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 01 > Projetos de inovação terão R$ 4 bi em 2016

Cidadania e Justiça

Projetos de inovação terão R$ 4 bi em 2016

Finep

Os recursos impulsionarão projetos em áreas consideradas estratégicas, como fármacos, equipamentos médicos, energia, defesa e sustentabilidade
por Portal Brasil publicado: 05/01/2016 14h00 última modificação: 05/01/2016 14h57

O governo federal destinará R$ 4 bilhões em 2016 para financiar projetos de inovação de empresas brasileiras. O crédito será distribuído via Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O volume de recursos foi obtido graças a uma operação firmada entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Fazenda e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito do Programa de Sustentação do Investimento (PSI).  

Com isso, a Finep recompõe a sua disponibilidade de recursos, tanto para novos projetos quanto para os já contratados. O montante será aplicado em áreas consideradas estratégicas, como fármacos, equipamentos médicos, energia, defesa e sustentabilidade.

Sobre o PSI

Voltado ao crédito subsidiado para empresas, o Programa de Sustentação de Investimento (PSI) foi criado em 2009 com o objetivo de estimular a produção, aquisição e exportação de bens de capital e a inovação tecnológica. O programa é operado por meio de repasses do BNDES e passou, a partir de 2011, a ser utilizado também pela Finep (única responsável por operações de financiamento a planos de negócios em inovação).

Fonte: Portal Brasil, com informações da Finep

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Lei Geral de Telecomunicações precisa ser renovada, diz secretário
O novo secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges, espera contribuir para a atualização das regras do setor
O papel da ciência na formação de uma sociedade sustentável
o programa Conexão Ciência entrevista o pesquisador Judson Valentim, da Embrapa Acre
Ciência ganha com as Comunicações, defende ministro
Existe uma sinergia entre as ações e programas dos dois ministérios, defende o ministro Gilberto Kassab
O novo secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges, espera contribuir para a atualização das regras do setor
Lei Geral de Telecomunicações precisa ser renovada, diz secretário
o programa Conexão Ciência entrevista o pesquisador Judson Valentim, da Embrapa Acre
O papel da ciência na formação de uma sociedade sustentável
Existe uma sinergia entre as ações e programas dos dois ministérios, defende o ministro Gilberto Kassab
Ciência ganha com as Comunicações, defende ministro

Últimas imagens

Competição tem impulsionado o ensino e a pesquisa na área das ciências exatas no País
Competição tem impulsionado o ensino e a pesquisa na área das ciências exatas no País
Foto: Peter Rosbjerg/ Creative Commons
Depois do evento, a página vai servir como memória digital dos Jogos
Depois do evento, a página vai servir como memória digital dos Jogos
Divulgação/Impa
Grupo discute consequências de infecções transmitidas pelo mosquito, como microcefalia
Grupo discute consequências de infecções transmitidas pelo mosquito, como microcefalia
Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas
Aplicações envolvem transmissão de dados de pesquisa no coração da floresta amazônica e inclusão digital de comunidades ribeirinhas
Aplicações envolvem transmissão de dados de pesquisa no coração da floresta amazônica e inclusão digital de comunidades ribeirinhas
Foto: Instituto Mamirauá/divulgação
Popa faz parte de Programa de Desenvolvimento de Submarinos que prevê ainda a construção do submarino brasileiro de propulsão nuclear
Popa faz parte de Programa de Desenvolvimento de Submarinos que prevê ainda a construção do submarino brasileiro de propulsão nuclear
Reprodução/Nuclebras

Governo digital