Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 02 > Agência Espacial Brasileira indicará alunos para estágio na Nasa

Ciência e Tecnologia

Agência Espacial Brasileira indicará alunos para estágio na Nasa

AEB

De acordo com a Capes, inscrições vão durar até 20 de fevereiro
por Portal Brasil publicado: 11/02/2016 16h02 última modificação: 12/02/2016 17h34
EBC A seleção vai permitir que alunos brasileiros expandam sua experiência na área espacial

A seleção vai permitir que alunos brasileiros expandam sua experiência na área espacial

A Agência Espacial Brasileira (AEB) vai indicar cinco alunos de graduação à Agência Espacial Americana (Nasa) como concorrentes a vagas de estágio no International Internship Program NASA I². A iniciativa visa incrementar a experiência de estudantes brasileiros na área espacial. 

As vagas são reservadas a alunos do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) com bolsa em vigência até agosto de 2016, nos Estados Unidos. O período de ingresso de brasileiros nos centros e laboratórios da Nasa segue o calendário norte-americano. As atividades ligadas ao estágio possuem duração de 12 semanas, entre junho e agosto de 2016.

Para concorrer a uma vaga, cada estudante deve se inscrever no link disponível no site da AEB e acessar o edital da chamada. As inscrições vão até o dia 20 de fevereiro.

Ciência sem Fronteiras

Lançado em dezembro de 2011, o programa CsF, do governo federal, busca promover a consolidação, a expansão e a internacionalização da ciência, da tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.

O CsF é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Ao todo, 101.446 bolsas foram concedidas em quatro anos, conforme meta inicial do programa.

Fonte: Capes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Sinal da TV analógica será desligado em cidades de São Paulo
O sinal analógico de TV será desligado em 39 municípios da região metropolitana de São Paulo (SP). Após mudança, aparelhos de TV mais antigos necessitarão de antena e conversor de sinal digital
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
O sinal analógico de TV será desligado em 39 municípios da região metropolitana de São Paulo (SP). Após mudança, aparelhos de TV mais antigos necessitarão de antena e conversor de sinal digital
Sinal da TV analógica será desligado em cidades de São Paulo

Últimas imagens

Um dos projetos selecionados busca criar um nanorepelente natural de longa duração contra o vírus zika
Um dos projetos selecionados busca criar um nanorepelente natural de longa duração contra o vírus zika
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
O contrato com a estatal Combustibles Nucleares Argentinos é de US$ 4,5 milhões
O contrato com a estatal Combustibles Nucleares Argentinos é de US$ 4,5 milhões
Divulgação/MCTIC
Mais de dois mil quilômetros quadrados serão monitorados
Mais de dois mil quilômetros quadrados serão monitorados
Arquivo/MCTI
Em 2012, Brasil e Índia realizaram o primeiro e último encontro bilateral, em Nova Deli
Em 2012, Brasil e Índia realizaram o primeiro e último encontro bilateral, em Nova Deli
Arquivo/Agência Brasil
Febre amarela, zika, dengue e chikungunya são alvo da medida
Febre amarela, zika, dengue e chikungunya são alvo da medida
Arquivo/Finep

Governo digital