Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 02 > Cientista brasileira é destaque em revista científica de genética

Ciência e Tecnologia

Cientista brasileira é destaque em revista científica de genética

Pesquisa

Trabalho liderado pela bolsista do Ciência sem Fronteiras Sarah Vargas aborda a diversidade genética das tartarugas-de-pente
publicado: 17/02/2016 16h58 última modificação: 26/02/2016 16h13

A próxima edição do Journal of Heredity publicará um artigo sobre as tartarugas-de-pente (Eretmochelys imbricata)liderado pela pesquisadora brasileira e bolsista do Ciência sem Fronteiras Sarah Vargas. Intitulado Phylogeography, Genetic Diversity, and Management Units of Hawksbill Turtles in the Indo-Pacific, o artigo aborda a diversidade genética e estrutura populacional desses animais.

Nesse trabalho, a equipe de pesquisadores analisou um grande número de amostras abrangendo a maior área geográfica até então analisada para a espécie. Foram 492 amostras de 14 populações da região do Indo-Pacífico para contribuir com o conhecimento de como a diversidade genética desses animais está distribuída na região e, a partir daí, sugerir unidades de manejos para conservação.

Apesar do trabalho ter focado populações do Indo-Pacífico, tem grande importância para as populações do Atlântico, inclusive do Brasil. "Tivemos evidências de migração, via Cabo da Boa Esperança, entre populações de desova do centro do Oceano Índico (Seychelles, Chagos) e regiões de alimentação no Sul do Atlântico, no Atol das Rocas e Fernando de Noronha, e Caribe", afirmou Sarah Vargas.

De acordo com a pesquisadora, a caracterização genética dessas populações do Indo-Pacífico é de grande importância para a conservação da espécie no mundo inteiro. Com ela, é possível definir a impressão digital das populações, entender as suas rotas migratórias e evitar a captura incidental desses animais enquanto migram.

Encontrada nos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico, a tartaruga-de-pente tem um histórico de intensa exploração comercial dos seus ovos, carne, casco e até do seu corpo para taxidermização e utilização para decoração.

No Brasil, a espécie pode ser encontrada buscando alimentos em águas de Fernando de Noronha (PE), Atol das Rocas (RN), Abrolhos (BA), Ilha de Trindade (ES) e Reserva Biológica Marinha do Arvoredo (SC). Animais dessa espécie também utilizam a areia das praias para construir seus ninhos e desovar em várias localidades do Nordeste, principalmente Bahia e Sergipe.

O Journal of Heredity publica, desde 1903, artigos nas áreas de genética de espécies ameaçadas de extinção, estrutura populacional e filogeografia, genética molecular de resistência a doenças em plantas e animais, biodiversidade genética, entre outros campos.

Fonte: Portal Brasil, com informações do CNPq

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Produção de peixes no Brasil cresce a cada ano, a partir de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Psicultura cresce no Brasil com apoio da Embrapa
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário

Últimas imagens

A previsão de desligamento no Rio de Janeiro (RJ) e em Vitória (ES) está mantida para 25 de outubro
A previsão de desligamento no Rio de Janeiro (RJ) e em Vitória (ES) está mantida para 25 de outubro
Arquivo/Agência Brasil
Projeto Gides desenvolveu novos sistemas para a emissão e transmissão de alertas sobre desastres naturais
Projeto Gides desenvolveu novos sistemas para a emissão e transmissão de alertas sobre desastres naturais
Divulgação/Cemaden
As descobertas vão desde as medidas gases de efeito estufa aos efeitos dos aerossóis no balanço radiativo
As descobertas vão desde as medidas gases de efeito estufa aos efeitos dos aerossóis no balanço radiativo
Divulgação/Inpe
As recepções da TV NBR deverão ser reprogramadas para a nova sintonia: 3753 MHz
As recepções da TV NBR deverão ser reprogramadas para a nova sintonia: 3753 MHz
Arquivo/Agência Brasil
Também é possível encontrar mapas do monitoramento da vegetação para o período de 2007 a 2016
Também é possível encontrar mapas do monitoramento da vegetação para o período de 2007 a 2016
Foto: Paulo de Araújo/ MMA

Governo digital