Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 02 > CNPq lança 36° edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica

Ciência e Tecnologia

CNPq lança 36° edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica

Reconhecimento

Neste ano, a modalidade será "Pesquisador e Escritor" e vai premiar o pesquisador ou o escritor que contribuiu divulgando ciência, tecnologia e inovação para a sociedade
publicado: 25/02/2016 14h38 última modificação: 26/02/2016 18h24

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) está com as inscrições abertas para o 36° edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica. Neste ano, a modalidade será "Pesquisador e Escritor" e vai premiar o pesquisador ou o escritor que contribuiu divulgando ciência, tecnologia e inovação para a sociedade.

Os interessados podem se candidatar encaminhando até 15 trabalhos de Divulgação Científica e Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação, veiculados e difundidos pelas diversas mídias e instrumentos disponíveis: jornais, revistas, livros, internet, mídias sociais, televisão aberta ou por assinatura, emissoras de rádio, museus e similares, instituições culturais, eventos públicos, exposições, teatro, cinema e outros.

O premiado receberá diploma, passagem aérea e hospedagem para participar da cerimônia de entrega do prêmio na 68ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a ser realizada em julho na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), além de 20 mil reais.

Inscrições

As inscrições deverão ser encaminhadas ao CNPq  Serviço de Prêmios  SHIS Quadra 01 Conjunto B  Bloco B, 1º andar, SALA 101, Edifício Santos Dumont, Lago Sul, Brasília, DF, CEP 71605-170, até 15 de abril de 2016. A candidatura vencedora será conhecida no dia 31 de maio.

O Prêmio

Criado em 1978, o Prêmio presta homenagem ao médico, pesquisador, jornalista e educador José Reis. Ele nasceu no Rio de Janeiro e morreu em São Paulo, no dia 16 de maio de 2002, aos 94 anos de idade.

Para saber mais, clique aqui. 

Fonte: Portal Brasil, com informações do CNPQ

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Sinal da TV analógica será desligado em cidades de São Paulo
O sinal analógico de TV será desligado em 39 municípios da região metropolitana de São Paulo (SP). Após mudança, aparelhos de TV mais antigos necessitarão de antena e conversor de sinal digital
Esse tipo de conexão é mais rápida e hoje já cobre quase 1700 cidades. Até o fim deste ano, a 4G deve chegar a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes
Internet 4G cresceu 120% em um ano no Brasil
Projeto será utilizado para comunicações estratégicas do governo e implementação do Programa Nacional de Banda Larga
Brasil lança primeiro satélite geoestacionário
O sinal analógico de TV será desligado em 39 municípios da região metropolitana de São Paulo (SP). Após mudança, aparelhos de TV mais antigos necessitarão de antena e conversor de sinal digital
Sinal da TV analógica será desligado em cidades de São Paulo

Últimas imagens

Dos 14 mil volumes que compõem o acervo da ABC, 2 mil já foram catalogados e serão expostos na próxima semana
Dos 14 mil volumes que compõem o acervo da ABC, 2 mil já foram catalogados e serão expostos na próxima semana
Arquivo/MAST
O Open OBC é usado para controlar satélites de pequeno porte
O Open OBC é usado para controlar satélites de pequeno porte
Divulgação/MCTIC
Este é o quarto projeto que será desenvolvido pela Unidade Embrapii INT
Este é o quarto projeto que será desenvolvido pela Unidade Embrapii INT
Divulgação/Petrobras
Um dos projetos selecionados busca criar um nanorepelente natural de longa duração contra o vírus zika
Um dos projetos selecionados busca criar um nanorepelente natural de longa duração contra o vírus zika
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
O contrato com a estatal Combustibles Nucleares Argentinos é de US$ 4,5 milhões
O contrato com a estatal Combustibles Nucleares Argentinos é de US$ 4,5 milhões
Divulgação/MCTIC

Governo digital