Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 02 > Pesquisas de combate ao zika terão R$ 10 mi da Finep e da Fapesp

Ciência e Tecnologia

Pesquisas de combate ao zika terão R$ 10 mi da Finep e da Fapesp

Inovação

O valor total solicitado em cada proposta deverá ser de até R$ 1,5 milhão, envolvendo ação voltada ao desenvolvimento comercial e industrial de produtos
por Portal Brasil publicado: 23/02/2016 18h46 última modificação: 02/03/2016 16h58
Foto: Finep Os recursos para financiar os projetos selecionados no edital somam de R$ 10 milhões, sendo 50% da Finep e 50% da Fapesp

Os recursos para financiar os projetos selecionados no edital somam de R$ 10 milhões, sendo 50% da Finep e 50% da Fapesp

A Finep e a Fapesp realizaram o lançamento de uma chamada de propostas voltadas ao desenvolvimento de tecnologias para produtos, serviços e processos para o combate ao zika vírus e ao mosquito Aedes aegypti. Os recursos para financiar os projetos selecionados no edital somam de R$ 10 milhões, sendo 50% da Finep e 50% da Fapesp.

Espera-se que as empresas selecionadas realizem pesquisa visando ao desenvolvimento comercial e industrial dos produtos, que poderá durar até 24 meses. O valor total solicitado em cada proposta deverá ser de até R$ 1,5 milhão.

As propostas submetidas no âmbito da chamada serão enquadradas e deverão seguir as normas do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da Fapesp.

São elegíveis como proponentes pesquisadores vinculados a microempresas, empresas de pequeno porte, pequenas empresas, médias empresas brasileiras, sediadas no Estado de São Paulo.

As propostas devem ser submetidas eletronicamente, por meio do Sistema de Apoio a Gestão (SAGe), até 28 de março de 2016. Mais informações estão disponíveis no site da Fapesp

 Fonte: Finep

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisadores desenvolvem inovação para produção de etanol
Pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos conseguem importante avanço para a produção de etanol de segunda geração
Kassab fala sobre o decreto que impulsionará a ciência no País
Durante o programa Por dentro do Governo, o ministro Gilberto Kassab falou sobre decreto que vai dar retaguarda e impulsionar a ciência no Brasil
Espírito Santo e Rio de Janeiro terão sinal analógico desligado
Com mudança, mais telespectadores terão acesso ao sinal digital, com imagem e som de melhor qualidade
Pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos conseguem importante avanço para a produção de etanol de segunda geração
Pesquisadores desenvolvem inovação para produção de etanol
Durante o programa Por dentro do Governo, o ministro Gilberto Kassab falou sobre decreto que vai dar retaguarda e impulsionar a ciência no Brasil
Kassab fala sobre o decreto que impulsionará a ciência no País
Com mudança, mais telespectadores terão acesso ao sinal digital, com imagem e som de melhor qualidade
Espírito Santo e Rio de Janeiro terão sinal analógico desligado

Governo digital