Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2016 > 12 > Projeto Opções vai apresentar tecnologia de baixo carbono a setores econômicos

Meio Ambiente

Projeto Opções vai apresentar tecnologia de baixo carbono a setores econômicos

Mudanças Climáticas

Criado pelo MCTIC, projeto quer auxiliar decisões de setores da economia sobre ações que reduzam emissões de gases de efeito estufa
por Portal Brasil publicado: 07/12/2016 18h59 última modificação: 06/01/2017 18h52
Divulgação/EBC Projeto também busca apresentar iniciativas estaduais de redução de emissões de gases de efeito estufa

Projeto também busca apresentar iniciativas estaduais de redução de emissões de gases de efeito estufa

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações apresentou, nesta terça-feira (6), no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus, uma série de tecnologias de baixo carbono, que fazem parte do projeto Opções de Mitigação para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em setores-chave da economia brasileira.

De acordo com o coordenador-geral do Clima do MCTIC, Márcio Rojas, o projeto estuda uma série de tecnologias de baixo carbono que ainda estão em fase de inovação e gera cenários de emissões para até 2050.

"É uma espécie de cardápio que o MCTIC, juntamente a outros ministérios, oferece para o governo federal como subsídio para as decisões a serem tomadas com base em dados científicos disponíveis", afirmou. 

Ainda segundo Rojas, o objetivo é auxiliar a tomada de decisão do governo e setores envolvidos sobre ações que potencialmente reduzam emissões de gases de efeito estufa em setores como indústria, energia, transporte, edificações, agricultura, florestas e outros usos da terra, gestão de resíduos e alternativas intersetoriais.

Estados

A iniciativa também busca apresentar propostas estaduais de redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) e abordar as opções de mitigação disponíveis em uma perspectiva setorial, com enfoque nos potenciais e custos de implementação, assim como instrumentos de política pública capazes de viabilizar a transição para uma economia de baixo carbono. 

No Acordo de Paris, explicou Rojas, os países estipulam seus compromissos e se comprometem voluntariamente a cumprir com a meta. Para entrar em vigor, o Acordo teria que ser ratificado pelos 55 países que deveriam responder por 55% das emissões de gases de feito estufa no globo terrestre.

"No quesito das emissões sabíamos que esse compromisso seria um pouco mais delicado de ser alcançado de forma ágil", avaliou Rojas. "Foi com surpresa que vimos grandes potências, como os Estados Unidos, China e Índia e o próprio Brasil, ratificarem o Acordo."

Segundo Rojas, para contribuir com o compromisso assumido pelo Brasil na redução das emissões, além do projeto Opções de Mitigação, o MCTIC tem o Sistema de Registro Nacional de Emissões (Sirene), que possibilita o entendimento sobre o perfil e tendências de emissões do Brasil.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Inpa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Últimas imagens

TV digital já foi implantada em Brasília, São Paulo, Goiânia, Recife e outras cidades dos estados
TV digital já foi implantada em Brasília, São Paulo, Goiânia, Recife e outras cidades dos estados
Arquivo/Assembleia Legislativa do Ceará
Chamadas serão destinadas a feiras de ciências, olimpíadas e mostras
Chamadas serão destinadas a feiras de ciências, olimpíadas e mostras
Arquivo/MCTIC
Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Espécie foi observada pelos pesquisadores pela primeira vez na região do rio Madeira
Arquivo/Inpa
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Foi dada prioridade aos telecentros localizados em áreas remotas
Divulgação/Prefeitura de Pinhão (PR)
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
O CPDLC é a ferramenta utilizada para a comunicação de dados entre piloto e controlador
Arquivo/ FAB

Governo digital